Presidente do Egito diz a chefe do Exército para garantir segurança no Sinai em 3 meses

CAIRO (Reuters) - O presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, ordenou, nesta quarta-feira, que o comando de seu Exército use toda força necessária para garantir a segurança na península do Sinai dentro dos próximos três meses, depois que um ataque militante contra uma mesquita deixou mais de 300 mortos.

"É sua responsabilidade proteger e estabilizar o Sinai dentro dos próximos três meses", disse Sisi, se dirigindo a seu novo chefe do Estado-Maior em discurso, sem dar detalhes sobre nenhuma operação. "Você pode usar toda a força bruta necessária".

Nenhum grupo reivindicou responsabilidade pelo ataque de sexta-feira contra uma mesquita, mas forças egípcias têm lutado contra um afiliado do Estado Islâmico no Sinai do Norte por mais de três anos e militantes já mataram centenas de policiais e soldados.

(Reportagem de Ali Abdelaty)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos