Rússia acusa suspeito de explosão em São Petersburgo por terrorismo, dizem investigadores

MOSCOU (Reuters) - O Comitê Investigativo da Rússia disse neste domingo que acusou por terrorismo um suspeito de ter planejado e realizado um ataque a bomba que feriu 13 pessoas em um supermercado de São Petersburgo esta semana.

O comitê disse em comunicado que o suspeito, cuja identidade não foi revelada pelos investigadores, “deliberadamente fez e implantou um dispositivo explosivo caseiro” que explodiu na quarta-feira em uma unidade da rede de supermercados Perekrestok na segunda maior cidade da Rússia.

O suspeito disse aos investigadores que foi motivado por “ódio contra organizadores e participantes” de sessões de treinamento de mentalidade que costumava participar, informou o comitê, sem dar mais detalhes.

Os investigadores disseram que o suspeito também escondeu dois pen drives perto do local contendo informações sobre suas ações e fotografias do dispositivo explosivo. 

(Por Gabrielle Tétrault-Farber)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos