Roma quer banir carros a diesel até 2024

ROMA (Reuters) - Roma, uma das cidades europeias com mais congestionamentos e lar de milhares de monumentos históricos a céu aberto, planeja banir os carros a diesel em seu centro até 2024, segundo a prefeita local.

A decisão foi anunciada por Virginia Raggi em sua página no Facebook na terça-feira: "Se nós quisermos intervir seriamente, temos que ter coragem de adotar medidas fortes", escreveu.

Os comentários seguem-se a uma decisão judicial na Alemanha, que apontou que algumas cidades alemãs podem ter que banir os carros a diesel mais poluentes de suas ruas.

Cerca de dois terços de 1,8 milhão de novos carros vendidos na Itália no ano passado são movidos a diesel, segundo dados da indústria.

Roma não conta com grandes indústrias, então quase toda a poluição do ar na capital italiana é atribuída aos motores de veículos.

A cidade regularmente tenta banir veículos mais antigos e poluentes das ruas quando a poluição atinge níveis críticos.

A cidade também tentou reduzir a poluição por meio de rodízios de carros.

Mas ambas as medidas não têm sido muito efetivas -- para evitar o rodízio, muitas famílias compram carros usados com uma placa diferente, por exemplo.

Além de problemas de saúde, a poluição dos veículos ameaça causar danos graves a muitos monumentos antigos de Roma.

Antes da decisão judicial na Alemanha, na terça-feira, autoridades da cidade italiana de Milão já haviam anunciado planos de tornar a cidade livre de diesel até 2030.

(Por Philip Pullella)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos