PUBLICIDADE
Topo

Ex-ministra catalã se entrega em delegacia escocesa para lutar contra acusações da Espanha

28/03/2018 17h46

Por Russell Cheyne e Inmaculada Sanz

EDIMBURGO (Reuters) - A acadêmica catalã Clara Ponsati, acusada pela Espanha de rebelião devido ao papel que desempenhou no movimento de independência da Catalunha, teve o pedido de fiança concedido por uma corte escocesa nesta quarta-feira enquanto luta contra a extradição, dizendo ser alvo de uma perseguição política.

Ponsati, ex-ministra da Educação da Catalunha e atualmente professora da Universidade de St. Andrews na Escócia, é uma das líderes catalãs sendo procuradas por tribunais espanhóis por organizar um referendo sobre independência em outubro do ano passado que foi declarado ilegal sob a lei espanhola.

Também entre eles está o ex-chefe do governo regional, Carles Puigdemont, que está detido na Alemanha. Em um ato simbólico de apoio, o Parlamento catalão disse nesta quarta-feira que apoiava seu direito de liderar a região novamente.

Enquanto Ponsati se entregava em uma delegacia escocesa para enfrentar acusações que também incluem uma de uso indevido de recursos públicos na votação de independência, seu advogado disse que Ponsati acreditava que não teria um julgamento justo na Espanha.

"Clara continua desafiadora e determinada a revidar", disse seu advogado, Aamer Anwar, quando os dois chegaram à delegacia. "Ela não acredita que as cortes espanholas possam garantir independência, direitos humanos ou justiça".

SEM GARANTIAS

Ele leu uma declaração que também agradecia à primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, por si só uma apoiadora da independência escocesa do Reino Unido, dizendo que a Escócia tem sido "uma verdadeira amiga da Catalunha em suas horas mais escuras".

Ponsati depois teve seu pedido de fiança concedido em um tribunal de Edimburgo, deixando o local ao som de comemorações de uma série de simpatizantes que balançavam a "estelada", a bandeira da independência catalã.

(Reportagem de Russell Cheyne e Inmaculada Sanz; reportagem adicional de Emma Pinedo, Jesus Aguado e Andrea Shalal)