Topo

Basílica de São Marcos em Veneza passará por limpeza milionária após inundação

Construção foi inundada pela sexta vez em 1200 anos - Manuel Silvestri/Reuters
Construção foi inundada pela sexta vez em 1200 anos Imagem: Manuel Silvestri/Reuters

Giselda Vagnoni

Da Reuters, em Roma

19/11/2019 13h53

A histórica Basílica de São Marcos de Veneza precisará de uma reforma de milhões de euros depois de ser inundada nesta semana pela sexta vez em 1.200 anos, o que expôs seus mosaicos de mármore delicados à ação destrutiva da água salgada, disse seu curador.

São Marcos, a capela pessoal do doge de Veneza durante os períodos medieval e renascentista, é o mais famoso de uma gama de monumentos ameaçados pela pior semana de inundações vista na cidade desde 1872.

Especialistas temem que os cristais de sal corrosivos, que ficaram incrustados no piso e nos mosaicos de mármore da basílica quando as águas recuaram, desgaste sua superfície e enfraqueça a cripta que apoia a estrutura da igreja.

A cidade, construída em uma coleção de ilhas pequenas dentro de uma lagoa de água salgada, sofreu centenas de milhões de euros de danos quando a inundação atingiu seu segundo maior nível em mais de 50 anos nesta semana.

Nenhuma ajuda virá das seguradoras, que se recusam a oferecer proteção contra inundações em uma cidade na qual elas são uma ocorrência frequente e que vêm piorando sob a influência da mudança climática.

Pierpaolo Campostrini, chefe da Fabbriceria, a fundação que supervisiona a preservação e a manutenção da basílica, estimou o custo imediato da limpeza em 5 milhões de euros, mas disse que especialistas ainda estão avaliando os danos.

"Temos algum dinheiro guardado e apelaremos ao governo para a parte restante", disse ele, acrescentando que muitas organizações e indivíduos de todo o mundo estão oferecendo ajuda financeira.

São Marcos, que atrai milhões de visitantes de todo o planeta a cada ano, provavelmente se beneficiará de sua popularidade com os turistas - como a catedral de Notre Dame de Paris quando foi gravemente danificada por um incêndio neste ano.

Entenda por que Veneza está inundando

UOL Notícias

Notícias