Mais de 70% dos cidadãos da UE veem benefícios na adesão ao bloco, mostra pesquisa

BRUXELAS (Reuters) - Com a proximidade das eleições para o Parlamento Europeu em junho do próximo ano, uma pesquisa encomendada pelo Legislativo da União Europeia mostrou que mais de 70% dos cidadãos do bloco acreditam que se beneficiam da participação de seu país na UE.

Os entrevistados citaram motivos como o fato de a UE manter a paz e melhorar a cooperação entre os países, segundo a pesquisa.

"A imagem da UE tem permanecido estável desde março de 2023, sendo que 45% dos cidadãos da UE têm uma imagem positiva do bloco, 38% têm uma imagem neutra e 16% têm uma imagem negativa", de acordo com o levantamento divulgado nesta quarta-feira.

Os dados da pesquisa mostraram que havia maior interesse em votar nas eleições da UE no próximo ano, com 68% das pessoas propensas a votar, um aumento de 9 pontos percentuais em relação há cinco anos.

"Mais cidadãos estão interessados nas eleições europeias de 2024, ou dizem que votariam nas eleições agora, do que em 2018", segundo a pesquisa.

No entanto, a confiança econômica estava baixa, com a maioria dos europeus prevendo que seu padrão de vida caia no próximo ano.

Eleições recentes, como na Holanda, mostraram que a extrema-direita está ganhando terreno na Europa ao despertar a raiva contra a crise do custo de vida e usar a retórica anti-imigração, entre outras táticas.

O grupo de extrema-direita Identidade e Democracia (ID) é atualmente o sexto maior no Parlamento Europeu, atrás de grupos liberais, verdes e conservadores, mas os dados atuais das pesquisas de opinião o colocariam na quarta posição.

(Por Julia Payne)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes