PUBLICIDADE
Topo

França celebra primeira jornada nacional de homenagem às vítimas do terrorismo

11/03/2020 17h09

Apesar da epidemia de coronavírus e da proibição da realização de grandes eventos públicos no país, a França celebrou nesta quarta-feira (11) a sua primeira jornada nacional de homenagem às vítimas do terrorismo. A cerimônia, realizada diante da Torre Eiffel, contou com a presença do rei da Espanha.

Apesar da epidemia de coronavírus e da proibição da realização de grandes eventos públicos no país, a França celebrou nesta quarta-feira (11) a sua primeira jornada nacional de homenagem às vítimas do terrorismo. A cerimônia, realizada diante da Torre Eiffel, contou com a presença do rei da Espanha.

"Nós nos lembraremos dos rostos, do som das vozes e das risadas, mas também dos talentos, das esperanças e dos sonhos" das vítimas, disse Emmanuel Macron durante a cerimônia. "A França protege as famílias dos que morreram", afirmou o presidente diante de cerca de 900 pessoas, entre elas os ex-presidentes Nicolas Sarkozy e François Hollande.

O rei da Espanha Felipe VI disse que "a memória é indispensável para combater o terrorismo" e insistiu no "sentimento incondicional de solidariedade às vítimas". "A barbárie e o ódio não triunfarão", concluiu o monarca, em francês.

Cerimônia discreta

A cerimônia foi discreta em razão das restrições impostas pelo próprio governo francês como medida de prevenção diante da epidemia de COVID-19. Todos os eventos com mais de 1000 pessoas estão proibidos no país. 

Essa jornada de homenagens deverá ser realizada anualmente, sempre no dia 11 de março. A data foi escolhida para lembrar o aniversário dos atentados de Madrid, em 2004, quando 191 pessoas morreram e 1.900 ficaram feridas. O ataque foi o que deixou mais mortos na Europa desde o final dos anos 1980.

O presidente francês lembrou ainda que pretende concretizar o projeto de um museu memorial das vítimas do terrorismo. Segundo o chefe de Estado, a iniciativa inédita, que havia sido anunciada em setembro de 2019, já começou a ser preparada.

Notícias