PUBLICIDADE
Topo

Marco Aurélio: ato de Moraes foi "nefasto" para Ramagem e gerou "desgaste"

06/05/2020 13h49

Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal, afirmou, em entrevista exclusiva ao UOL nesta quarta-feira, a Corte deveria ter agido, se houvesse necessidade, apenas após a posse de Alexandre Ramagem, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para a diretoria-geral da Polícia Federal. O ministro Alexandre de Moraes suspendeu a nomeação em decisão monocrática na semana passada, atendendo a um mandado de segurança apresentado por parlamentares