PUBLICIDADE
Topo

Vídeos

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Na CPI, Fabio Wajngarten protege responsáveis por promover fake news sobre a covid | Sakamoto

12/05/2021 19h13

Fabio Wajngarten, ex-chefe da Secom, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, tinha a fama de atacar jornalistas e críticos do governo federal. Em seu depoimento na CPI da Pandemia, nesta quarta (12), contudo, até se fez de bobo tanto para evitar incriminar o ex-chefe quanto para não dar detalhes sobre o uso da máquina pública na promoção da desinformação on-line da covid-19. Como comentou um senador à coluna: "Ele é tigrão no Twitter, mas foi tchuchuca na CPI". A análise é do colunista do UOL, Leonardo Sakamoto.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Vídeos