PUBLICIDADE
Topo

Vídeos

Ex-governador do RJ afirma que foi perseguido por investigação do caso Marielle

16/06/2021 12h06

Em depoimento à CPI da Covid hoje, o ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC) disse que o processo que culminou no seu afastamento do governo foram acelerados pela investigação do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL). "Quando foram presos os dois executores da Marielle, o meu calvário e a perseguição contra mim foram inexoráveis", declarou Witzel.

Vídeos