PUBLICIDADE
Topo

Vídeos

Randolfe e Marcos Do Val batem boca na CPI: 'Você e as suas milícias não me intimidam'

Gabriel Toueg

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/07/2021 17h19

Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Marcos Do Val (Podemos-ES) protagonizaram hoje um tenso bate-boca na CPI da Covid. Assista à discussão no vídeo acima.

Pouco antes da discussão, Randolfe, que é vice-presidente da comissão, questionava a ex-coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações) Franciele Francinato, que depõe hoje à comissão, sobre decisões relacionadas à imunização contra a covid-19. Um dos temas era a ordem de retirar presidiários dos grupos prioritários de vacinação.

Diante da resposta dela de que a decisão partiu do então secretário executivo do Ministério da Saúde, o coronel Elcio Franco, Randolfe disse que a gestão do ex-ministro Eduardo Pazuello tinha sido, na realidade, "a gestão Pazuello-Elcio Franco".

"Qual a justificativa técnica apresentada pelo secretário-executivo para a retirada da população carcerária [dos grupos prioritários]?", questionou Randolfe. Francieli respondeu não ter sido informada a respeito. O senador disse então que a decisão teria sido "política". Do Val, então, interpelou:

"Mas os presos já estão em isolamento. Não tem que dar prioridade a preso, não. Pra vacinação tem que dar prioridade à sociedade".
Senador Marcos Do Val

Os dois então começaram a discutir. "Estou sendo interrompido por uma asneira absurda: condenar pessoas à morte, o que eu acho um absurdo", criticou Randolfe. "Você está falando que isolamento é condenar à morte?", questionou Do Val. O bate-boca durou alguns minutos, enquanto a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), que ocupava a presidência da CPI no momento, tentava acalmar os ânimos.

Antes de Eliziane cortar os microfones, Randolfe é ouvido dizendo: "Você e as suas milícias não me intimidam".

Vídeos