Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2012/04/18/altamira-espera-desenvolvimento-com-belo-monte.htm
  • totalImagens: 33
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120418164552
    • Pará [5296]; Norte [53621];
    • Belo Monte [31688]; aplicativo notícias [55626];
Fotos
18.abr.2012 - Moradores equilibram-se em ruas improvisadas com madeira em meio à falta de saneamento em Altamira, no Pará. A cidade enfrenta o crescimento do número de habitantes por causa da construção da usina hidrelétrica de Belo Monte e da expectativa de geração de empregos nos próximos anos. As obras envolvem 7.700 operários contratados, mas o número poderá aumentar para 21.000 até 2013 Valter Campanato/ABr Mais
18.abr.2012 - Moradores de Altamira, no Pará, caminham em rua sem calçamento que com a Rodovia Transamazônica. A falta de saneamento e de vias pavimentadas são dois problemas enfrentados pela cidade apesar da disponibilidade de trabalhadores sem emprego atraídos pela construção da usina hidrelétrica de Belo Monte Valter Campanato/ABr Mais
18.abr.2012 - A falta de saneamento é um dos principais problemas de Altamira, no Pará. A cidade enfrenta o crescimento do número de moradores por causa da construção da usina hidrelétrica de Belo Monte e da expectativa de geração de empregos nos próximos anos. As obras envolvem 7.700 operários contratados, mas o número poderá aumentar para 21.000 até 2013 Valter Campanato/ABr Mais
18.abr.2012 - A falta de saneamento básico é característica em muitos locais de Altamira, no Pará. O número de habitantes aumentou nos últimos anos com a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte e a expectativa de geração de empregos Valter Campanato/ABr Mais
18.abr.2012 - O Comitê Gestor do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu pretende mudar o traçado da Rodovia Transamazônica (BR-230), no trecho que corta a cidade de Altamira, para evitar o aumento de acidentes. As obras de construção da usina hidrelétrica de Belo Monte intensificaram o tráfego na região nos últimos anos Valter Campanato/ABr Mais
18.abr.2012 - O Comitê Gestor do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu pretende mudar o traçado da Rodovia Transamazônica (BR-230), no trecho que corta a cidade de Altamira, para evitar o aumento de acidentes. As obras de construção da usina hidrelétrica de Belo Monte intensificaram o tráfego na região nos últimos anos Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - Dos 3.000 profissionais formados no centro de capacitação, 26% são mulheres. Foram investidos cerca de R$ 1 milhão só em sua estrutura, para a formação de instaladores hidráulicos, pedreiros, ferreiros, armadores, eletricistas, carpinteiros, soldadores, lubrificadores, sinalizadores e operadores de máquinas pesadas, entre outros Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - Instrutor de máquinas pesadas, João Damasceno Sousa transforma pessoas em profissionais com domínio de atividades e equipamentos Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - Simulador de US$ 50 mil ajuda trabalhadores a se preparar para operar máquinas pesadas Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - Restaurante do Sitio Canais e Diques, onde 1.400 trabalhadores se alimentam todos os dias Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - Os problemas de transporte também estão entre as principais queixas. O Consórcio Construtor de Belo Monte (CCBM) promete resolver o problema com a chegada de cem ônibus Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - Os dormitórios do canteiro definitivo não terão cascalho no chão nem gerador provisório Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - O Sítio Canais e Diques é a maior frente de trabalho nos canteiros de obras. O canal de 20 quilômetros ligará a represa do Sítio Pimental ao reservatório intermediário do Sítio Belo Monte Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - O Sítio Canais e Diques, a maior frente de trabalho nos canteiros de obras. O canal de 20 quilômetros ligará a represa do Sítio Pimental ao reservatório intermediário do Sítio Belo Monte Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - Para o encanador Rodnei Pereira de Oliveira, que veio da cidade goiana de Minaçu, o mais difícil é ficar seis meses sem poder visitar a família. Redução do intervalo entre as baixadas é o principal motivo de insatisfação dos trabalhadores Valter Campanato/ABr Mais
22.abr.2012 - Dos 3.000 profissionais formados no centro de capacitação, 26% são mulheres. Foram investidos cerca de R$ 1 milhão só em sua estrutura, para a formação de instaladores hidráulicos, pedreiros, ferreiros, armadores, eletricistas, carpinteiros, soldadores, lubrificadores, sinalizadores e operadores de máquinas pesadas, entre outros Valter Campanato/ABr Mais
27.abr.2012 - Aproximadamente 60% da área que será ocupada pelas obras da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará, um dos mais importantes projetos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), correspondem a pastagens e vegetação secundária, segundo a Norte Energia, empreendedor responsável pela construção e operação da usina CCBM Mais
27.abr.2012 - Fazendas ocupam grandes áreas nas proximidades da região onde será construída a usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará, segundo a Norte Energia, empreendedor responsável pela construção e operação da usina CCBM Mais
27.abr.2012 - A criação de gado é uma das atividades de fazendas que ocupam grandes áreas nas proximidades da região onde será construída a usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará, segundo a Norte Energia, empreendedor responsável pela construção e operação da usina CCBM Mais
27.abr.2012 - Foto mostra local em que está sendo construído um canteiro do Sítio Belo Monte para equipes que trabalharão na construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará Regina Santos/Norte Energia Mais
27.abr.2012 - Foto mostra local em que está sendo construído um canteiro do Sítio Belo Monte para equipes que trabalharão na construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará Regina Santos/Norte Energia Mais
27.abr.2012 - Ilustração artística mostra a usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará, um dos mais importantes projetos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Segundo a Norte Energia, empreendedor responsável pela construção e operação, a instalação terá 11.233 MW de potência instalada e uma geração de 4.517 MW por ano Divulgação/Norte Energia Mais
27.abr.2012 - Greenpeace faz sobrevoo dos canteiros das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Na foto, obras no canteiro do Sítio Pimental. A hidrelétrica deverá entrar em operação em 2015 após um investimento de US$ 10,6 bilhões e sua capacidade de geração será de no máximo 11.233 megawatts nas épocas de alta do Rio Xingu. A obra é questionada por ecologistas, indígenas e pescadores por seus enormes impactos ambientais na Amazônia, e até a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da OEA chegou a recomendar sua suspensão Marizilda Cruppe/EVE/Greenpeace Mais
27.abr.2012 - Greenpeace faz sobrevoo dos canteiros das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Na foto, obras do canal da usina, próximo de Altamira Daniel Beltra/Greenpeace Mais
27.abr.2012 - Na foto, bairro Invasão dos Padres, em Altamira, que será alagado. Marcio Astrini, da Campanha da Amazônia do Greenpeace, afirma que os estudos de impactos sociais e ambientais apresentados pela construção da hidrelétrica até o momento estão subdimensionados. "Os povos afetados reclamam que estão sendo ignorados. O desrespeito é generalizado, mas mesmo assim o ritmo de construção da usina está cada dia mais acelerado. Para eles, o meio ambiente e as pessoas são o que menos importam?", afirmou Astrini em comunicado Marizilda Cruppe/EVE/Greenpeace Mais
28.ago.2012 - As obras da usina hidrelétrica Belo Monte foram retomadas nesta terça-feira (28), depois que o Supremo Tribunal Federal liberou as atividades de construção, em liminar concedida na noite de segunda-feira (27) Jaime Souzza/Norte Energia Mais
28.ago.2012 - As obras da usina hidrelétrica Belo Monte foram retomadas nesta terça-feira (28), depois que o Supremo Tribunal Federal liberou as atividades de construção, em liminar concedida na noite de segunda-feira (27) Jaime Souzza/Norte Energia Mais
28.ago.2012 - Pelo menos entre 80% a 90% dos trabalhadores chegaram às unidades de obras nesta manhã, segundo o Consórcio Construtor Belo Monte, que coordena as obras civis. Atualmente, cerca de 13 mil trabalhadores atuam nas obras Jaime Souzza/Norte Energia Mais
28.ago.2012 - O Tribunal Regional Federal da 1ª Região havia determinado a paralisação das obras ao entender que o Congresso Nacional não realizou consulta prévia às comunidades indígenas antes de aprovar o projeto da usina Jaime Souzza/Norte Energia Mais
9.out.2012 - Dezenas de índios, pescadores e ribeirinhos bloquearam o acesso das máquinas ao canteiro de obras da usina de Belo Monte em protesto ao impacto ecológico e a remoção das populações de áreas que serão alagadas com a construção daquela que será a terceira maior represa de uma hidrelétrica do mundo. De acordo com o líder dos protestos, manifestantes paralisaram a construção durante a noite, forçando os operários a abandonarem seus postos Lunae Parracho/Reuters Mais
9.out.2012 - Dezenas de índios, pescadores e ribeirinhos bloquearam o acesso das máquinas ao canteiro de obras da usina de Belo Monte em protesto ao impacto ecológico e a remoção das populações de áreas que serão alagadas com a construção daquela que será a terceira maior represa de uma hidrelétrica do mundo. De acordo com o líder dos protestos, manifestantes paralisaram a construção durante a noite, forçando os operários a abandonarem seus postos Lunae Parracho/Reuters Mais
9.out.2012 - Dezenas de índios, pescadores e ribeirinhos bloquearam o acesso das máquinas ao canteiro de obras da usina de Belo Monte em protesto ao impacto ecológico e a remoção das populações de áreas que serão alagadas com a construção daquela que será a terceira maior represa de uma hidrelétrica do mundo. De acordo com o líder dos protestos, manifestantes paralisaram a construção durante a noite, forçando os operários a abandonarem seus postos Lunae Parracho/Reuters Mais
9.out.2012 - Dezenas de índios, pescadores e ribeirinhos bloquearam o acesso das máquinas ao canteiro de obras da usina de Belo Monte em protesto ao impacto ecológico e a remoção das populações de áreas que serão alagadas com a construção daquela que será a terceira maior represa de uma hidrelétrica do mundo. De acordo com o líder dos protestos, manifestantes paralisaram a construção durante a noite, forçando os operários a abandonarem seus postos Lunae Parracho/Reuters Mais

Acompanhe a construção da usina de Belo Monte

Últimos álbuns de Notícias

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos