Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2016/01/12/fumar-maconha-usar-joias-comer-macacos-a-cultura-de-tribos-isoladas-na-tanzania.htm
  • totalImagens: 14
  • fotoInicial: 6
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160112104615
    • Tanzânia [5590];
    • Fotografia [44948]; Tribos africanas [58043]; Ciência e Saúde [76752]; Meio ambiente [11359]; Curiosas [71934];
Fotos

Três crianças posam próximas ao lago Natron, na Tanzânia, perto da fronteira com o Quênia, em foto feita em outubro do ano passado pelo fotógrafo romeno Vlad Cioplea. A imagem faz parte de um ensaio feito por Cioplea durante expedição ao país africano, onde passou 20 dias. Ele registrou a vida de três tribos locais isoladas: Masai, conhecida pelas suas vestimentas coloridas; Bushman, por suas habilidades na caça, fumarem maconha e comerem macacos; e Tatoga, pelo trato com a agricultura e ferragens Vlad Cioplea Mais

"Cada um com seus brinquedos", disse o fotógrafo romeno Vlad Cioplea ao comentar esta imagem, que faz parte de um ensaio feito em outubro do ano passado durante expedição à Tanzânia. Cioplea passou 20 dias no local e registrou o cotidiano de três tribos locais isoladas: Masai, Bushman e Tatoga Vlad Cioplea Mais

Este é o chefe da tribo Tatoga, conhecida por suas habilidades como agricultores e ferreiros. A imagem foi feita em outubro do ano passado pelo fotógrafo romeno Vlad Cioplea durante expedição à Tanzânia. Cioplea passou 20 dias no local e registrou o cotidiano de três tribos locais isoladas: Masai, Bushman e Tatoga. Com os tatoga, ele conta que aprendeu como fazer pontas de flechas. Os tatoga colocam veneno nas pontas das flechas para caçar animais Vlad Cioplea Mais

Usando roupas coloridas e joias, mulheres masai se preparam para participar de uma celebração próximas ao lago Natron, na Tanzânia, perto da fronteira com o Quênia, em foto feita em outubro do ano passado pelo fotógrafo romeno Vlad Cioplea. A imagem faz parte de um ensaio feito por Cioplea durante expedição ao país africano, onde passou 20 dias. Cioplea conta que os masai possuem uma especial dança de boas-vindas. "As mulheres levam uma grande quantidade de joias, que fazem um ruído especial para que se mantenha o ritmo da dança. Os homens dão saltos muito altos", conta em entrevista ao UOL Vlad Cioplea Mais

Mulher masai carrega seu bebê em imagem que faz parte do ensaio feito em outubro de 2015 pelo fotógrafo romeno Vlad Cioplea, durante expedição à Tanzânia. Ele passou 20 dias no país e registrou o cotidiano de três tribos locais: Masai, Bushman e Tatoga. O fotógrafo conta que o desejo de ir ao país africano surgiu após ver um documentário sobre a vida dos masai. "Quando eu vi os masai eu soube que eu deveria ir para lá (Tanzânia) um dia", diz Vlad Cioplea Mais

O garoto da foto é conhecido como Nyangulo e faz parte da tribo Masai. A imagem faz parte do ensaio feito em outubro de 2015 pelo fotógrafo romeno Vlad Cioplea, durante expedição à Tanzânia. Cioplea conta que os garotos masai passam por um doloroso processo de crescimento. "Eles são circuncidados e então têm que deixar suas casas por pelo menos três meses para aprender a sobreviver por conta própria no deserto. Eles devem vestir-se de preto e pintam seus rostos com branco", conta Vlad Cioplea Mais

Mulher masai sorri para as lentes do fotógrafo romeno Vlad Cioplea em imagem que faz parte do ensaio feito em outubro de 2015 durante expedição à Tanzânia. O fotógrafo de 30 anos passou 20 dias no país e registrou o cotidiano de três tribos locais: Masai, Bushman e Tatoga. Sobre os masai, ele conta que a tribo possui muitas tradições. "Mas, você precisa ficar lá por ao menos seis meses para descobrir mais sobre a vida deles", diz em entrevista ao UOL Vlad Cioplea Mais

Caçador da tribo Bushman posa para as lentes do fotógrafo romeno Vlad Cioplea em imagem que faz parte do ensaio feito em outubro de 2015 durante expedição à Tanzânia. Os bushman são conhecidos por fumar "muita" maconha e adorarem mel. Cioplea conta que aprendeu com eles muitas técnicas de caça. "Eles me ensinaram como encontrar rapidamente mel selvagem nas árvores e, acredite em mim, isso é muito bom. Se você quer ser amigo deles precisa dar para eles maconha e mel", conta em entrevista ao UOL Vlad Cioplea Mais

Essa é Maria, da tribo Masai, que segundo o fotógrafo romeno Vlad Cioplea foi o único nome que ele consegue se lembrar e pronunciar de toda a aldeia. A imagem faz parte do ensaio feito em outubro de 2015 durante expedição à Tanzânia. O fotógrafo de 30 anos passou 20 dias no país e registrou o cotidiano de três tribos locais: Masai, Bushman e Tatoga. As mulheres usam roupas coloridas e joias durante as celebrações na tribo, quando as famílias sacrificam animais, como vacas e bodes Vlad Cioplea Mais

Mulher masai ordenha cabra ao mesmo tempo em que um filhote mama. A imagem faz parte do ensaio feito em outubro de 2015 durante expedição à Tanzânia. O fotógrafo de 30 anos passou 20 dias no país e registrou o cotidiano de três tribos locais: Masai, Bushman e Tatoga. As mulheres usam roupas coloridas e joias durante as celebrações na tribo, quando as famílias sacrificam animais, como vacas e bodes Vlad Cioplea Mais

Crianças masai se abraçam e sorriem para foto perto do lago Natron, na Tanzânia, próximo à fronteira com o Quênia, na África, em foto feita em outubro do ano passado pelo fotógrafo romeno Vlad Cioplea. A imagem faz parte de um ensaio feito por Cioplea durante expedição ao país africano, onde passou 20 dias. Ele registrou a vida de três tribos locais isoladas: Masai, conhecida pelas suas vestimentas coloridas; Bushman, por suas habilidades na caça, fumarem maconha e comerem macacos; e Tatoga, pelo trato com a agricultura e ferragens Vlad Cioplea Mais

O fotógrafo romeno Vlad Cioplea se disse surpreso com o comentário feito por esta mulher da tribo tatoga. "Ela me disse que os europeus estão comendo uns aos outros. Em um primeiro momento, achei o comentário engraçado, mas depois eu percebi que talvez ela tenha razão", conta em entrevista ao UOL. A imagem faz parte do ensaio feito em outubro de 2015 durante expedição à Tanzânia. O fotógrafo de 30 anos passou 20 dias no país e registrou o cotidiano de três tribos locais: Masai, Bushman e Tatoga Vlad Cioplea Mais

O que mais impressionou o fotógrafo romeno Vlad Cioplea durante sua estadia de 20 dias em três tribos da Tanzânia, na África, foi a falta de preocupação daquelas pessoas com o amanhã. "As pessoas da Tanzânia nunca estão apressadas. Nosso guia sempre dizia para mim 'pole, pole, Tanzânia nunca corre', 'pole, pole' significa 'devagar, devagar'", afirma em entrevista ao UOL. A imagem do menino correndo com um sorriso faz parte do ensaio fotográfico feito por Cioplea na Tanzânia em outubro de 2015 Vlad Cioplea Mais

Este foi o guia da expedição do fotógrafo romeno Vlad Cioplea na Tanzânia. Ele se chama Deo e faz parte da tribo Masai. Na imagem, ele é fotografado às margens do lago Natron, na Tanzânia, perto da fronteira com o Quênia. A imagem faz parte do ensaio feito em outubro de 2015 durante expedição à Tanzânia. O fotógrafo de 30 anos passou 20 dias no país e registrou o cotidiano de três tribos locais: Masai, Bushman e Tatoga Vlad Cioplea Mais

Fumar maconha, usar joias, comer macacos: a cultura de tribos isoladas na Tanzânia

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos