Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2016/04/19/conheca-o-quartel-general-de-michel-temer.htm
  • totalImagens: 10
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160419150502
Fotos

Inaugurado em 1977, o Palácio do Jaburu tornou-se residência oficial do vice-presidente da República, cargo então ocupado por Adalberto Pereira dos Santos, vice-presidente de Ernesto Geisel. O palácio localizado ao lado da lagoa que lhe deu o nome, em Brasília (DF), é ocupado desde 2011 por Michel Temer, vice da presidente Dilma Rousseff Aluízio de Assis/Presidência da República Mais

Em memorial descritivo, Oscar Niemeyer, autor do projeto, explica que decidiu misturar características das antigas casas de fazenda com a moderna técnica de concreto armado, dentro da concepção urbanística proposta pelo arquiteto Lúcio Costa para Brasília Aluízio de Assis/Presidência da República Mais

O projeto para a moradia oficial do vice-presidente foi encomendado em 1973, durante o regime militar, pelo então vice-presidente, Almirante Augusto Rademaker, na gestão do general Emílio Garrastazu Médici Aluízio de Assis/Presidência da República Mais

A principal característica do Palácio do Jaburu e o que o diferencia de outros, como o Alvorada, é o fato de ser uma construção exclusivamente destinada a moradia. Mas é uma residência de muito luxo e coberta de obras de arte. Em destaque, a escultura em bronze, Leda e o Cisne, de Alfredo Ceschiatti e, ao fundo, painel de Athos Bulcão Aluízio de Assis/Presidência da República Mais

O Palácio do Jaburu tem escada interna e lavabo com paredes divisórias revestidas em painéis de madeira maciça em seus 4.283 metros quadrados Aluízio de Assis/Presidência da República Mais

O Palácio do Jaburu é decorado com várias obras de arte. Esta sobreposição de peças é obra de Mariane Ferretti, destacada pelo rasgo na laje que favorece a iluminação interna Aluízio de Assis/Presidência da República Mais

Localizado ao longo da Via Presidencial, entre os Palácios do Planalto e Alvorada, o Palácio do Jaburu está no nível topográfico do Lago Paranoá, ocupando terreno de 190 mil metros quadrados. Dentro dele há uma sala com oratório com piso em mármore branco e painel curvo em vidro transparente e colorido, de Mariane Peretti, que também projetou o conjunto de vitrais da Catedral de Brasília Aluízio de Assis/Presidência da República Mais

No salão para projeções, a parede é revestida com carpete acústico, em obra de Athos Bulcão feita em madeira pintada Aluízio de Assis/Presidência da República Mais

No jardim do Palácio do Jaburu, projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx, foram cuidadosamente mantidas várias espécies de árvores típicas do cerrado original, que hoje se misturam às fruteiras e às plantas ornamentais trazidas de outras regiões do país. Destaque da obra em ferro forjado, ao entardecer, nos jardins do Palácio do Jaburu Aluízio de Assis/Presidência da República Mais

A tranquilidade do lugar ajuda a transformá-lo em um viveiro natural de pássaros, que acabaram por misturar-se às emas que circulam, com absoluta liberdade, pela imensa área gramada. A imensa área verde pode ser vista nesta imagem áerea do Palácio do Jaburu Ichiro Guerra/Presidência da República Mais

Conheça o 'quartel-general' de Michel Temer

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos