Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2016/07/05/ramada-pelo-mundo-veja-os-pratos-escolhidos-para-quebrar-o-jejum.htm
  • totalImagens: 28
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160705060000
    • Ramadã [35651]; Islamismo [36702];
Fotos

Trabalhadores comem dentro de uma loja na parte antiga de Déli, na Índia, onde reparam motores elétricos de segunda mão e bombas d'água. A refeição é chamada de iftar e representa a quebra do jejum durante o mês sagrado do Ramadã. No Ramadã, os mulçumanos se abstêm de comer e beber enquanto há luz do dia. O jejum é quebrado durante o pôr do sol Adnan Abidi/Reuters Mais

O iftar varia em diferentes países do mundo. No caso dos trabalhadores, eles escolheram samosa (tipo de pastel indiano), lanches fritos, salada de fruta, para quebrar o jejum. Para um deles, Anwaar Hussain, 35, o Ramadã tem a ver com auto-aperfeiçoamento, bondade e se manter afastado do mal. Adnan Abidi/Reuters Mais

O refugiado sírio Ahmet Ilevi, 35, posa para foto em frente ao contêiner onde vive com a sua mulher e seus cinco filhos, no campo de refugiados na província de Sanliurfa, na Turquia. Ele era policial em Homs antes de ter que fugir da Síria. Ilevi celebra o mês sagrado do Ramadã do campo de refugiados desde 2013, quando chegou ao local. Umit Bektas/Reuters Mais

Para o iftar, a família preparou frango com batata e salada. "Ramadã significa paz para nós. A única coisa que quebra essa paz é pensar nos nossos parentes que ficaram na Síria. Eu sinto falta deles todos os dias. Ramadã na minha terra é mais bonito que isso", conta Ahmet Ilevi Umit Bektas/Reuters Mais

Recrutas do Exército sírio comem o iftar em um posto de guarda dentro do campo de treinamento militar em Damasco, na Síria Omar Sanadiki/Reuters Mais

Um dos soldados come massa com molho para quebrar o jejum do Ramadã, durante o pôr do sol Omar Sanadiki/Reuters Mais

Motoristas de triciclo comem o iftar em Taguig, na Grande Manila, Filipinas Erik De Castro/Reuters Mais

Eles comem pacotes com peixe, frango, arroz e bolos de arroz Erik De Castro/Reuters Mais

Prisioneiros bósnios comem o iftar dentro da maior prisão do país, em Zenica, Bósnia-Herzegovina Dado Ruvic/Reuters Mais

Eles comem ensopados, pão e um tipo de salada durante a quebra de jejum do Ramadã Dado Ruvic/Reuters Mais

Mineiros comem o iftar durante a quebra de jejum do Ramadã dentro da mina de carvão de Haljinici, na Bósnia-Herzegovina Dado Ruvic/Reuters Mais

No jantar da quebra do jejum, eles comem vitela, tomate e pão marrom Dado Ruvic/Reuters Mais

Oficiais palestinos das forças nacionais de segurança comem o iftar enquanto quebram o jejum diário do mês sagrado do Ramadã, no refeitório da base em Jericó, na Cisjordânia Ammar Awad/Reuters Mais

Para o dia, os soldados forças nacionais de segurança da Palestina têm frango, arroz, feijão Ammar Awad/Reuters Mais

Shir Alam (à esq.), 31, prepara shorba, uma sopa afegã feita de carne ou cordeiro, que é servida com pão e batatas, antes da quebra de jejum diária do mês sagrado do Ramadã, em Cabul, no Afeganistão Omar Sobhani/Reuters Mais

Alam e seus companheiros colocam a shorba em tapetes antes de comerem o iftar, ou seja, o jantar feito para quebrar o jejum durante o pôr do sol Omar Sobhani/Reuters Mais

A mesa farta é para quebrar o jejum diário do mês sagrado do Ramadã. Amigos se reúnem na praia de Ain Diab, em Casablanca, Marrocos, para apreciar o iftar Youssef Boudlal/Reuters Mais

Para quebrar o jejum, eles levaram doces, ovos e pizza e colocaram sobre a mesa instalada na areia da praia Youssef Boudlal/Reuters Mais

Sanaa (2ª à dir.), 23, come o iftar com seus filhos sentada ao lado de parentes perto de uma propaganda de uma loja de roupas em Beirute, no Líbano. Sanaa é mãe de três filhos e pede esmolas nas ruas da capital. A família fugiu da Síria há dois anos depois que o marido desapareceu Alia Haju/Reuters Mais

Para o iftar, eles têm sopa de lentilhas com frango e arroz. Eles ganharam a refeição de transeuntes. "Ramadã é sobre bondade e generosidade. O que eu mais gosto são as decorações", conta Alia Haju/Reuters Mais

Pescadores do Suriname e Indonésia se sentam à mesa para comer o iftar dentro de uma embarcação no rio Suriname, em Livorno (Suriname) Ranu Abhelakh/Reuters Mais

Para o iftar, eles têm sopa, soja fermentada frita, sambal, frango com legumes, batata curry e peixe frito em molho de soja Ranu Abhelakh/Reuters Mais

Mulçumanos comem seu iftar dentro de uma mesquita em São Paulo, após quebrar o jejum do mês sagrado do Ramadã Paulo Whitaker/Reuters Mais

Para o jantar da quebra do jejum, eles têm pão, salada, homus, carne, batatas, arroz e feijão Paulo Whitaker/Reuters Mais

Pescadores comem o iftar em um barco durante o mês sagrado do Ramadã em Ibrahim Hyderi, nos arredores de Karachi, no Paquistão. Um deles, Haji Husain, 65, disse que o Ramadã "significa jejuar e fazer boas ações, o que te mantém longe de Satanás" Akhtar Soomro/Reuters Mais

Para a quebra do jejum, eles preparam pakora (prato típico frito condimentado com vegetais, ervas e especiarias), com frutas, pudim e bebida doce Akhtar Soomro/Reuters Mais

Trabalhadores de uma fábrica de tijolos comem o iftar durante a quebra de jejum diária no mês sagrado do Ramadã, nos arredores de Islamabad, no Paquistão Faisal Mahmood/Reuters Mais

Para o iftar, eles têm frutas e vegetais. Para um dos pescadores, Mohammed, 27, o Ramadã é como um teste. "É a vontade de Deus. Devemos obedecer as ordens de Deus para que sejamos bem sucedidos", disse Faisal Mahmood/Reuters Mais

Ramadã pelo mundo: veja os pratos escolhidos para quebrar o jejum

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos