Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/ciencia/album/2017/02/02/veja-imagens-de-ciencia-do-mes-fevereiro2017.htm
  • totalImagens: 6
  • fotoInicial: 5
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20170202163500
    • Notícias [35976]; Ciência e Saúde [76752];
Fotos

JÚPITER COLORIDO - O planeta Júpiter não é assim, cheio de cores. As camadas coloridas na imagem foram geradas pela sobreposição de fotografias feitas com diferentes filtros de cor. As fotos foram tiradas pela sonda Juno, que orbita o planeta gigante. As cores destacam nuvens altas e neblina de altitude elevada. A grande mancha vermelha, um enorme anticiclone na superfície de Júpter, fica bem evidente na imagem. Nasa/JPL-Caltech Mais

DOIS BILHÕES DE PIXELS - Uma imagem espetacular feita pelos quatro telescópios que formam o VLT (Very Large Telescope), maior conjunto de telescópios ópticos do mundo, mostra a Nebulosa da Pata do Gato (NGC 6334, canto superior direito) e a Nebulosa da Lagosta (NGC 6357, parte inferior esquerda). Essas são regiões de formação de estrelas, por isso o gás hidrogênio dá um tom avermelhado a imagem. O campo de visão também inclui nuvens escuras de poeira. Com cerca de dois bilhões de pixels esta é uma das maiores imagens já lançadas pelo ESO (Observatório Europeu do Sul) ESO Mais

SAPO RARO - Pesquisadores do Zimbábue encontraram exemplar da espécie Troglodytes de Arthroleptis que não era visto desde que foi descoberto em 1962. O sapo chegou a entrar na lista de espécies criticamente ameaçadas e possivelmente extintas. O animal foi encontrado em Chimanimani, no leste do país Francois Becker/AP Mais

COMETA ATINGE ESTRELA - Cientistas identificaram os restos de um objeto de grande massa que parecem vir de um cometa usando o telescópio Hubble. O corpo celeste foi encontrado desmembrado e espalhado na atmosfera de uma estrela anã branca, ele tinha uma composição química similar do cometa Halley, mas seu tamanho era 100.000 vezes maior. Os restos do cometa foram encontrados na área da estrela WD 1425 + 540, que fica a 170 anos-luz da Terra, na constelação de Bootes. Os resultados mostram que pode existir um cinturão de corpos como cometas que orbitam a anã branca, semelhante ao cinturão de Kuiper no Sistema Solar. Na imagem, concepção artística de um objeto semelhante a um cometa em direção a uma estrela anã branca Nasa/ESA/AFP Mais

DINOSSAUROS DAVAM À LUZ POR PARTO - O fóssil de 245 milhões de anos de uma réptil grávida está descrito na revista <i>Nature Communications</i> nesta terça-feira (14). A descoberta indica que os arcossauromorfos, que pertencem ao mesmo grupo dos dinossauros e são ancestrais de pássaros e crocodilos, davam à luz pelo parto em vez de pôr ovos. É a primeira vez que se tem conhecimento desse fato. O fóssil foi encontrado na China e estudado na Universidade de Tecnologia de Hefei. O embrião está preservado no abdômen do fóssil. Além disso, concluiu-se que o sexo do embrião era determinado por cromossomos e não pela temperatura, como no caso dos crocodilos, por exemplo Dinghua Yang & Jun Liu/Nature Mais

A ESTRELA QUE PULSA POR SEU PLANETA – Pela primeira vez, os astrônomos encontraram uma estrela que pulsa em resposta ao planeta que está em sua órbita. A estrela HAT-P-2 está a cerca de 400 anos-luz da Terra e é acompanhada pelo planeta HAT-P-2b com oito vezes a massa de Júpiter - um dos exoplanetas mais massivos conhecidos. A órbita do planeta faz com que ele chegue muito perto da estrela antes de se afastar novamente. Segundo os cientistas, quando ele se aproxima distorce a superfície da estrela e ela pulsa em resposta. A vibração que provoca variações de brilho acontece a cada 87 minutos Nasa/MIT Mais

Veja imagens de ciência do mês (fevereiro/2017)

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE UOL CIÊNCIA

UOL Cursos Online

Todos os cursos