Marte é logo ali: cientistas acampam em vulcão do Havaí para simular vida no Planeta Vermelho

Como seria a vida em Marte?

Para simular a vida no Planeta Vermelho, cientistas americanos decidiram montar um acampamento durante oito meses no vulcão Mauna Loa, no Havaí.

Até agora, o homem ainda não conseguiu pisar em Marte.

Enquanto isso não acontece, tenta reproduzir situações que encontraria no vizinho da Terra, inclusive algumas intempéries, como uma tempestade de radiação.

A dois meses do fim da empreitada, os cientistas compartilhararam com a BBC detalhes da experiência.

"Geralmente não temos muita privacidade em grande parte da missão", diz Samuel Payler.

"Moramos juntos, fazemos tudo juntos e isso é basicamente o que aconteceria se você for a Marte", acrescenta.

O projeto, chamado HI-SEAS, é financiado pela Universidade do Havaí.

"Bem, quando seis pessoas vivem juntas por oito meses, brigas acabam acontecendo", acrescenta o cientista Brian Ramos.

"Sei que nem todo o pessoal gosta de música country, então não toco alto mais."

Os pesquisadores assinalam que precisam se organizar de modo que nenhum suprimento falte - como "comida ou ventiladores adicionais".

Apesar disso, dizem que só vão ter uma ideia real de como seria viver em Marte quando "realmente viajarmos para lá".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos