PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro e Crivella selam acordo em meio à crise do coronavírus

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

31/03/2020 13h31

No último dia 22, um domingo à noite, o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) anunciou o fechamento do comércio e dos bancos no Rio de Janeiro, na tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus.

No entanto, apenas três dias depois sinalizou um relaxamento da medida e afirmou que o comércio será reaberto aos poucos. O motivo da mudança no comportamento tem nome e sobrenome: Jair Bolsonaro.

Até o início da semana, Crivella se mostrava alinhado com o governador Wilson Witzel (PSC), desafeto do presidente, na imposição de medidas restritivas para combater a pandemia. A situação mudou depois do pronunciamento de Bolsonaro, na terça (23) à noite, quando criticou o isolamento social e o fechamento de escolas.(...)

Neste domingo (29), o prefeito defendeu, em transmissão ao vivo, a tese da "imunidade de rebanho". Ele afirmou que os jovens precisam continuar trabalhando para, aos poucos, serem infectados pelo vírus e se tornarem imunes. Crivella também disse que Bolsonaro deve ir ao Rio de Janeiro na sexta-feira (3) acompanhar a situação da cidade.(...)

Leia íntegra na Folha.

Reinaldo Azevedo