TRT vai intermediar negociações dos metroviários em greve do DF

Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília

O presidente do TRT-DF (Tribunal Regional do Trabalho do Distrito Federal), Mario de Macedo Fernandes Caron, convocou para tarde desta segunda-feira (15) uma audiência de reconciliação entre o Sindicato dos Metroviários (Sindmetrô/DF) e a direção da Companhia do Metropolitano (Metrô-DF). O objetivo do encontro é dar um fim à greve iniciada hoje.

As duas partes vão tentar chegar a acordo, depois que assembleia realizada no início desta tarde terminou sem acordo. Mais de 150 mil pessoas continuam sem utilizar o transporte público, que não tem previsão para voltar a funcionar.

Os grevistas pedem reajuste de 120% nos salários e que se reveja a contratação dos 150 concursados de reserva. De acordo com o SindMetrô, eles foram substituídos por terceirizados, cujos gastos mensais ultrapassam R$ 1,6 milhão, enquanto R$ 350 mil poderiam ser pagos aos concursados, que ainda ganhariam quase o dobro do que os atuais empregados recebem.

A contraproposta do Metrô-DF entregue neste fim de semana corrige os salários dos metroviários com base no índice de inflação verificado nos últimos 12 meses, com ganho de 5%. Também foi proposto um acréscimo no auxílio alimentação, que passaria de R$ 450 para R$ 506, o equivalente a 12,47% de reajuste. Os valores do auxílio creche e o plano de saúde básico também aumentariam em 10%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos