Topo

"Foram vários tiros, pessoal pedindo socorro, as mães chegando desesperadas", diz vizinha do colégio

Do UOL Notícias <br> Em São Paulo

2011-04-07T10:40:06

07/04/2011 10h40

“Eu ouvi os tiros, foram vários tiros, pessoal gritando pedindo socorro, as mães chegando desesperadas, muito desespero”. O relato é de uma vizinha que mora a 50 metros da escola municipal Tasso da Silveira, na rua General Bernardino de Matos, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, onde houve um tiroteio na manhã desta quinta-feira (7).

A dona de casa Maria do Carmo Pereira Damasceno contou ao UOL Notícias que estava em casa no momento em que um homem invadiu o colégio e disparou vários tiros contra os alunos. Ela diz que ouviu os disparos e entrou em desespero na hora.

Segundo o Corpo de Bombeiros do Rio, mais de 15 pessoas foram feridas e pelo menos 10 pessoas morreram, incluindo o próprio atirador. O homem morreu depois de ser atingido por policiais militares.

De acordo com informações da rádio BandNews FM, os estudantes que estavam no local na hora dos disparos são do 5º ao 9º, na faixa etária entre 9 e 14 anos

Os feridos estão sendo levados para o Hospital Estadual Albert Schweitzer. A Secretaria Estadual de Saúde do Rio não soube dizer quantas pessoas já deram entrada no local.

Mais Cotidiano