Cerca de 120 pessoas aguardam "fim do mundo" hoje em casa do Piauí

Aliny Gama

Do UOL, em Maceió

  • Dulce Furtado /Portal AZ

    Suposto profeta (ao centro de camiseta listrada) diz que o mundo vai acabar hoje e angariou seguidores que estão confinados em uma casa de Teresina; as crianças e adolescentes saíram da escola e os adultos

    Suposto profeta (ao centro de camiseta listrada) diz que o mundo vai acabar hoje e angariou seguidores que estão confinados em uma casa de Teresina; as crianças e adolescentes saíram da escola e os adultos

O mundo vai acabar às 16h desta sexta-feira (12). É isso que cerca de 120 pessoas em Teresina esperam que ocorra em pleno Dia das Crianças. Elas já se preparam o "juízo final" confinadas na casa de um suposto profeta.

Segundo o cearense Luiz Pereira, 43, radicado na capital piauiense, "a besta fera" vem acabar com o mundo nesta sexta-feira e só vão se "salvar os seguidores dele."

O caso está sendo monitorado pela polícia, que informou que vai indiciar o "profeta" ao MP (Ministério Público Estadual), que poderá ingressar com uma ação pedindo providências à Justiça.

Segundo a polícia, há 25 dias que a casa do suposto profeta está abrigando crianças, adolescentes, adultos e idosos.

O suposto profeta afirmou que recebeu uma mensagem de um anjo que desceu à terra para avisar que o mundo irá acabar nesta sexta-feira e que as pessoas devem seguir os "ensinamentos" de Luiz Pereira para poderem se salvar.

"Elas são induzidas a largarem totalmente suas vidas. Não podem assistir televisão, sair da casa e ter contato com o mundo. O mais perigoso é que as crianças e adolescentes também foram proibidas de frequentar a escola", disse o chefe da DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) Joattan Gonçalves.

Segundo Gonçalves, a DPCA está finalizando o inquérito e vai indiciar o suposto profeta por abandono intelectual. "A Justiça pode ainda condenar o homem por outros crimes, se julgar que ele os cometeu", completou.

Além de ficarem sem contato com o mundo fora da casa do suposto profeta, os seguidores são induzidos a renunciar e doar os bens que têm, além de largar os empregos. A polícia disse que recebeu denúncias de que o suposto profeta também está casando alguns menores de idade que seguem seus ensinamentos.

As pessoas que estão na casa vivem o tempo todo fazendo orações com Pereira e se alimentam de doações que chegam à casa do suposto profeta.

Cerca de 100 homens da polícia Militar e Civil participaram, no fim da tarde desta quinta-feira (11), de uma operação para retirar 19 crianças e adolescentes que estavam morando na casa de Luiz Pereira. Durante a operação, a polícia encontrou veneno escondido em um dos cômodos da casa e o suposto profeta foi conduzido a DPCA para prestar esclarecimentos.

O resgate das crianças e adolescentes da casa de Pereira foi determinado pela juíza da 1ª Vara da Infância e da Adolescência, Maria Luiza de Moura, que acatou o pedido da DPCA solicitando medidas de proteção aos menores. "Já identificamos todas as crianças e adolescentes e o Conselho Tutelar está encaminhando-as para o Lar da Criança", informou Joattan Gonçalves.

A reportagem do UOL tentou o contato do suposto profeta ou de algum integrante do grupo, mas não conseguiu. A polícia investiga também se Luís Pereira da Silva está envolvido em outros crimes denunciados por moradores de Teresina.

Veja mais fotos do dia
Veja Álbum de fotos

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos