"Pedaços de pedra pareciam estilhaços", diz morador de área atingida no ES

Flávio Costa

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/YouTube

    A prefeitura de Vila Velha (ES) abrigou 28 famílias em uma escola após rolamento de pedra

    A prefeitura de Vila Velha (ES) abrigou 28 famílias em uma escola após rolamento de pedra

Desalojados de suas casas, moradores do Morro da Boa Vista, em Vila Velha (ES), relataram os momentos de pânico pelos quais passaram logo após o rolamento de uma pedra, que feriu 15 pessoas e destruiu cinco casas no dia 1°.

"As casas começaram a balançar e a gente começou a escutar um estrondo do lado de fora. A gente saiu em meio à poeira e viu aquela pedra gigante descendo morro abaixo," relatou, por telefone, o ajudante de pedreiro Kelvin Ferreira de Souza, 24. "Os pedaços de pedra pareciam estilhaços, voavam para tudo que é lado. Todo mundo ficou desesperado e começou a gritar e a 

Kelvin e seus sete parentes estão abrigados pela prefeitura de Vila Velha na escola Juiz Jairo Mattos, localizada ao pé do Morro da Boa Vista. A comunidade fica localizada no bairro de São correr."Torquato e é formada por famílias pobres.

"Minha família só levou a roupa do corpo. Aqui recebemos colchão e comida. Estamos esperando o que vai acontecer", afirma a dona de casa Ariana Carolina Vieira, 29. Ela também está abrigada na escola, junto com o marido e suas três filhas: a mais velha tem oito anos e a mais nova, um. A do meio, de três, é portadora de deficiência física. As três ainda estão muito assustadas, conta a mãe. "Eu não queria deixar minha casa, mas foi um susto muito grande. Eu moro lá desde que eu nasci", afirma.

As casas de Kelvin e Ariana não foram atingidas, mas a prefeitura da cidade começou neste domingo (3) a retirada dos moradores que permaneciam em área de risco. O número total de pessoas desalojadas chegou a 1.037.

A prefeitura isolou um raio de 80 metros no local, o morro da Boa Vista. Das 307 famílias desalojadas, 28 (70 pessoas) foram encaminhadas a um abrigo na escola Juiz Jairo de Mattos, e o restante foi para casas de amigos e familiares, de acordo com a prefeitura.

Há risco de novos deslizamentos, diz prefeito

Ocorrido na sexta-feira (1º), o acidente deixou 15 pessoas feridas. Dez tiveram ferimentos leves e cinco foram encaminhadas a hospitais da região –a prefeitura não sabe informar o estado de saúde delas. A administração está notificando as famílias que restam no local a deixarem suas casas.

Segundo o prefeito de Vila Velha, Rodney Miranda (DEM), ainda há risco de novos desabamentos. "Nosso objetivo é garantir a segurança da população", afirmou.

No sábado (2), a prefeitura decretou situação de emergência na cidade. Equipes da Defesa Civil avaliam o risco dos edifícios no local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos