Jovens invadem mineradora em busca de ouro e morrem em tubulação em MG

Renata Tavares

Colaboração pra o UOL, em Uberlândia (MG)

  • CREA-MG

    Terreno da mineradora Kinross, em Paracatu, no noroeste de MG

    Terreno da mineradora Kinross, em Paracatu, no noroeste de MG

Dois jovens de 22 e 25 anos morreram ao tentar invadir a área da mineradora Kinross em Paracatu (a 502 km de Belo Horizonte), no noroeste de Minas Gerais. Os dois tentavam passar por dentro da tubulação que escoa os resíduos industriais para as barragens.

Segundo a Polícia Militar, Ezequiel Ferreira Lopes dos Reis e Rafael Coimbra Oliveira estavam com outros 13 garimpeiros clandestinos e teriam invadido o local em busca de ouro.

Eles retiraram a placa de aço que bloqueava o acesso à caixa de contenção de aproximadamente 3 m de altura e que tinha 2 m x 2 m de diâmetro com o auxílio de um macaco hidráulico. Eles invadiram o local para colocar carpetes para garimpo.

Um dos envolvidos disse à PM que, quando entraram na tubulação, "desceu uma água contendo um gás muito forte e todos começaram a passar mal". Os dois jovens não teriam suportado o cheiro e desmaiado. Os demais não conseguiram resgatá-los a tempo.

Nenhum dos 13 envolvidos foi preso. Mas, segundo a PM, todos podem responder por tentativa de furto. Dois carpetes de garimpo foram apreendidos.

Controle de rejeitos

A caixa por onde os jovens e os demais envolvidos tentaram invadir a mineradora recebe o nome de "cano preto". É por meio dela que é feito o controle de todo o fluxo de rejeito escoado pela tubulação. 

O Corpo de Bombeiros da cidade vizinha de Unaí (a 100 km de Paracatu) tentou socorrer os dois jovens, mas eles foram encontrados sem vida, após quase duas horas de trabalho. Os corpos estavam dentro da tubulação e soterrados pela lama de rejeito.

A Kinross respondeu em nota que lamenta a morte dos dois jovens e que os funcionários responsáveis pela vigilância, além da brigada médica, facilitaram o trabalho dos policiais e o resgate. Segundo a empresa, nenhuma liberação de gás acima dos limites estabelecidos foi registrada.

A Polícia Civil vai abrir inquérito para investigar o que aconteceu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos