Violência no Rio

No Twitter, Temer repudia estupro de jovem e anuncia novo setor da PF

Do UOL, em São Paulo

O presidente interino Michel Temer expressou através de sua conta no Twitter repúdio pelo estupro coletivo sofrido por uma garota de 16 anos no Rio de Janeiro. "Repudio com a mais absoluta veemência o estupro da adolescente no Rio de Janeiro", disse.

"É um absurdo que em pleno século 21 tenhamos que conviver com crimes bárbaros como esse", acrescentou.

Em seguida, Temer afirmou que seu governo vai tomar "medidas efetivas para combater a violência contra a mulher". "Vamos criar um departamento na Polícia Federal tal como fiz com a delegacia da mulher na Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. Ela vai agrupar informações estaduais e coordenar ações em todo país", disse.

 

Temer afirmou ainda que o governo federal está apoiando a Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro "para apurar as responsabilidades e punir com rigor os autores do estupro e da divulgação do ato criminoso nas redes sociais".

Entenda o caso

A adolescente de 16 anos que teve imagens publicadas nas redes sociais depois de ser vítima de estupro coletivo disse na quinta-feira (26), em depoimento a policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, da Polícia Civil do Rio, que foi atacada por 33 homens armados de fuzis e pistolas.

Ela contou que, no último sábado (21) fora visitar o namorado no morro do Barão, na Praça Seca, zona oeste carioca, e só se lembra de ter acordado, no dia seguinte, "dopada e nua", em uma casa desconhecida, cercada pelos agressores.

Após o depoimento, a garota foi encaminhada a um hospital público no qual recebeu um coquetel de medicamentos para evitar doenças sexualmente transmissíveis. Também foi examinada no Instituto Médico Legal.

A polícia pediu a prisão de quatro homens durante a investigação para apurar os 33 participantes do estupro coletivo. O caso é investigado pela polícia e pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos