PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Suspeito leva choque durante furto em SP e pode ficar cego dos dois olhos

Suspeito é atendido após choque em tentativa de assalto a loja de aparelhos eletrônicos - Arquivo Pessoal/Fernando Rodrigues Vieira
Suspeito é atendido após choque em tentativa de assalto a loja de aparelhos eletrônicos Imagem: Arquivo Pessoal/Fernando Rodrigues Vieira

Wanderley Preite Sobrinho

Colaboração para o UOL

21/09/2017 15h52

Um jovem de 21 anos sofreu um forte choque em uma tentativa de furto na madrugada desta quarta-feira (20). O suspeito tentava fugir após invadir uma loja de aparelhos eletrônicos no centro de Avaré, interior de São Paulo, quando foi eletrocutado.

Ele foi atendido pelo Samu (Serviço e Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado a um hospital em Botucatu, que não revela o estado de saúde do jovem por sigilo médico. Essa era segunda vez na mesma semana que o rapaz furtava a loja. “Ele já tinha me roubado celulares de segunda para terça”, contou ao UOL Fernando Rodrigues Vieira, o dono da loja.

Loja de eletrônicos ficou revirada após invasão de suspeito, que levou choque - Arquivo Pessoal/Fernando Rodrigues Vieira - Arquivo Pessoal/Fernando Rodrigues Vieira
Loja de eletrônicos ficou revirada após invasão de suspeito, que levou choque
Imagem: Arquivo Pessoal/Fernando Rodrigues Vieira

No último e frustrado crime, o jovem subiu no telhado, retirou algumas telhas, abriu um buraco no forro e retirou celulares e diversos produtos eletrônicos da local - como uma televisão, já amarrada em uma corda para que fosse suspensa pelo teto.

Na hora de fugir, o suspeito colocou a mão em um fio de alta tensão. Segundo relato do próprio rapaz à polícia, “a corrente elétrica saiu pelos olhos”. Foi quando o alarme disparou, acionando um funcionário da empresa de monitoramento que presta serviço à loja.

Ao se deparar com o rapaz caído no chão com os olhos ensanguentados, por volta das 0h30 desta quarta, o vigia acionou o 2º Departamento de Polícia. O dono da loja também foi chamado. Ele chegou junto com o Samu, que levou o suspeito ao Pronto Socorro Municipal.

O estado e saúde do rapaz, no entanto, era tão grave que ele foi encaminhado diretamente para o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, ligado à Unesp (Universidade Estadual Paulista).

De acordo com Vieira, na noite anterior, o suspeito já havia furtado um talão de cheques e três celulares, além de fugir em uma moto de uma empresa de segurança. O veículo foi encontrado abandonado em um matagal, enquanto o talão continuava perdido e apenas um celular havia sido recuperado. “Estava no bolso dele durante o segundo assalto”, informou a PM.

A Justiça permitiu que o rapaz pague uma fiança R$ 937 e fique livre da cadeia, mas o valor ainda não tinha sido depositado até o fechamento da reportagem. Vieira estima que sua loja tenha sofrido perdas de até R$ 8 mil. Para ele, no entanto, o prejuízo maior sofreu o suspeito, que pode perder a visão: “Se tivesse trabalhando de dia e descansando à noite, ele estaria tranquilo agora, né?”, completou o empresário.

Cotidiano