IML libera os corpos dos 13 mortos em acidente na BR-251, em MG

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/PM-MG

    Uma das carretas, carregada com papel, ficou em chamas após o acidente

    Uma das carretas, carregada com papel, ficou em chamas após o acidente

Os corpos das 13 vítimas do acidente com seis veículos na BR-251, no norte de Minas Gerais, que aconteceu no último sábado (13), já foram identificados e liberados para as famílias, segundo informações da Polícia Civil.

Dos mortos, há uma criança de 7 anos e dois adolescentes -- uma jovem de 17 e um garoto de 16 anos. 

Segundo Corpo de Bombeiros, o acidente envolveu uma carreta carregada de papel, um ônibus, uma van e um caminhão que levava outro caminhão. A maior parte dos mortos estava dentro do ônibus (11 pessoas), uma estava no caminhão que transportava papel e a outra no outro caminhão. Todas ficaram presas às ferragens e precisaram ser tiradas pelos Bombeiros com o uso de "técnicas de desencarceramento".

Dos 36 feridos levados para hospitais da região, 3 continuavam internados em unidade de saúde de Francisco Sá e Montes Claros na manhã desta segunda-feira (15). Ao todo 39 pessoas ficaram feridas, mas três conseguiram deixar o local por meios próprios. 

Divulgação/PM-MG
Acidente envolveu cinco veículos no fim da madrugada deste sábado

No Hospital Municipal de Francisco Sá, que concentrou a maior parte dos feridos, dos 22 que deram entrada na unidade no último sábado, quatro não precisaram de atendimento e foram liberados. As outras 16 pessoas tiveram alta médica ao longo do fim de semana.

Duas pacientes ainda permanecem internadas na unidade de saúde, ambas com politraumatismo. Elas estão estáveis e o estado de saúde delas não é considerado grave. Segundo informou o hospital, uma delas deve receber alta ainda hoje. 

O motorista de uma das carretas envolvidas no acidente, Daniel Alves da Silva, 39, havia sido levado para o hospital municipal logo depois do acidente, mas acabou sendo transferido na noite do sábado para o Hospital Universitário de Montes Claros, onde passou um uma cirurgia no braço direito. Na manhã desta segunda-feira, ele estava sendo avaliado pelos médicos para definir se teria ou não alta médica.

Silva tinha saído do Recife com destino a Franca, no interior de São Paulo. Ele estava acompanhado de Adilson Molina Berou, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Em Salinas, todos os pacientes que foram levados para o Hospital Municipal Dr. Oswaldo Prediliano Santanna já receberam alta médica, sendo o último deles na manhã desta segunda-feira. Os dois pacientes que foram encaminhados para a Santa Casa Montes Claros também receberam alta.

Veja imagens do local do acidente

Como foi o acidente

O acidente foi registrado na altura do quilômetro 400 da BR-251, por volta das 5h. A estrada liga as cidades mineiras de Montes Claros e Salinas.

A Polícia Civil informou que peritos trabalharam no local durante o fim de semana e um inquérito foi instaurado para apurar o que pode ter causado o acidente. O laudo deve ficar pronto em até 30 dias. 

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o acidente envolveu duas vans, um micro-ônibus, duas carretas e um caminhão. Um dos veículos que seguia no sentido Salinas-Montes Claros invadiu a contramão em uma reta da estrada, batendo em outro veículo. Depois disso, "houve uma sucessão de outras colisões, tombamento e incêndio", informou a PRF.

Uma das carretas, a carregada com papel, ficou em chamas.

A estrada ficou totalmente bloqueada ao longo de todo a manhã do sábado. "A BR-251 tem muitas curvas e trechos que apresentam elevado índice de acidentes", disse o tenente-coronel Gouveia, do 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros, em Montes Claros (MG).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos