Topo

Bombeiros localizam corpo de síndica nos escombros de prédio em Fortaleza

Bombeiros encerraram os resgates ao encontrar a nona vítima - ASCOM/CBMCE
Bombeiros encerraram os resgates ao encontrar a nona vítima Imagem: ASCOM/CBMCE

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Fortaleza

19/10/2019 18h05

A síndica do prédio que desabou em Fortaleza, na última terça-feira (15), foi encontrada morta no final da tarde de hoje pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, no quinto dia de buscas nos escombros do edifício Andrea. Maria das Graças Rodrigues, 53, é a nona e última vítima fatal do desabamento. Sete pessoas foram resgatadas com vida dos escombros da edificação.

Com a localização do corpo de Maria das Graças, as equipes de resgate do Corpo de Bombeiros deram por encerrada as operações e fizeram um minuto de silêncio em memória das vítimas fatais do desabamento do prédio.

Maria das Graças Rodrigues estava no térreo acompanhando a reforma do prédio quando a edificação ruiu. O zelador do prédio Francisco Rodrigues Alves, 59, que também estava observando os reparos conseguiu correr e não morreu. Ele quebrou um braço e teve outros ferimentos pelo corpo.

Imagens do circuito interno do edifício Andrea mostram um homem quebrando uma das pilastras e outros dois observando o serviço. Segundo a polícia, um deles é o engenheiro da obra, José Andreson Gonzaga dos Santos, proprietário da empresa Alpha Engenharia. Ele prestou depoimento à polícia e disse que as ferragens das pilastras do prédio estavam com nível alto de corrosão. A obra de reparo foi orçada R$ 22 mil.

Operários mexeram na coluna do prédio

UOL Notícias

Hoje, os bombeiros também localizaram a oitava vítima fatal. O corpo do cuidador de idosos José Eriverton Laurentino Araújo, 44, foi resgatado às 10h40. Ele estava no apartamento 501 com o casal de idosos Vicente de Paula Vasconcelos de Menezes, 86, e Izaura Marques Menezes, 81.

Desde ontem, devido aos dias que se estenderam o regate, maquinários de maior porte começaram a auxiliar os bombeiros na retirada dos escombros para localizar a síndica do prédio.

A SSPDS (Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social) informou que 135 homens do Corpo de Bombeiros se concentraram na "zona quente" em busca do corpo da última vítima do desabamento, após a retirada do oitavo corpo na manhã de hoje. Ao todo, cerca de 500 pessoas trabalharam no resgate.

Cinco cães farejadores atuaram no trabalho de localização das pessoas que estavam no prédio. Dois deles participaram das buscas em Brumadinho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cotidiano