PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
4 meses

Polícia resgata 197 animais em condições de maus-tratos em criadouro no PR

A Polícia Civil resgatou 197 animais - entre eles: cachorros, gatos, coelhos e aves - em um suposto criadouro clandestino, no Paraná - Reprodução/Twitter/@MatheusLaiola
A Polícia Civil resgatou 197 animais - entre eles: cachorros, gatos, coelhos e aves - em um suposto criadouro clandestino, no Paraná Imagem: Reprodução/Twitter/@MatheusLaiola

Do UOL, em São Paulo

15/09/2020 13h29Atualizada em 15/09/2020 17h33

A PC (Polícia Civil) do Paraná resgatou ontem 197 animais em condições de maus-tratos em um criadouro clandestino em Quatro Barras, região metropolitana de Curitiba. Entre os animais encontrados no local estavam cachorros, gatos, coelhos e aves.

O delegado Matheus Laiola disse em sua página no Facebook que uma mulher, suposta proprietária do criadouro, foi presa em flagrante por suspeita de maus-tratos, mas já foi liberada.

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente confirmou ao UOL que a mulher também foi multada pela prefeitura do município em R$ 500 reais por animal, seguindo a "multa mínima prevista no decreto [6514/2008]", totalizando R$ 98.500 mil.

"A Prefeitura aplicou multa, de acordo com o Decreto 6514/2008, que regulamenta as penalidades para Crimes Ambientais", disse o comunicado.

Os policiais chegaram ao local, acompanhados por duas ONGs de proteção aos animais, a partir de uma denúncia anônima que foi realizada à Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Segundo a PC, o local era pequeno e estava sujo com fezes e urina. Inclusive, um dos cachorros resgatados foi encontrado dentro de uma caixa de transporte, em um veículo fechado. Ainda de acordo com a corporação, a mulher não possuía permissão para atuar com animais.

"[Os animais foram encontrados] Em um local totalmente inadequado, iluminação inadequada, alimentação inadequada, sem qualquer tipo de documento do poder público autorizando aquela atividade", afirmou Laiola.

Os animais foram retirados do local e levados para as duas ONGs que participaram da ação para dar início a tratamentos de saúde. "Esses animais foram resgatados e agora terão uma nova vida, uma nova qualidade de vida porque o local onde eles estavam era totalmente inadequado", comentou o delegado.

Confira a publicação feita pelo delegado com mais imagens do resgate:

Cotidiano