PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Justiça condena hospital a pagar multa a ex-pacientes por maus tratos

Sede da AAPEHOSP - Reprodução/Facebook
Sede da AAPEHOSP Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

16/09/2020 17h09

Um hospital psiquiátrico que funcionava irregularmente foi condenado a pagar multas a 150 pacientes por conta de acusações de maus tratos.

A AAPEHOSP (Associação de Pacientes Egressos de Hospitais Psiquiátricos de Tupã) e seu ex-presidente Pedro Maziero Filho foram condenados a pagar um salário mínimo, em valores atuais (R$ 1.045), a cada um dos pacientes que estava internado na instituição em novembro de 2015.

Uma investigação do MPF (Ministério Público Federal) descobriu que os pacientes eram submetidos a castigos como trancamento em quartos e o uso de faixas para a imobilização dos internados em camas, sem prescrições médicas nem controle do tempo em que ficavam amarrados aos leitos.

Além disso, havia racionamento de água e comida. "O fechamento do registro a pretexto de evitar desperdícios fazia alguns pacientes terem que recorrer à água dos vasos sanitários para a higiene pessoal", informou o MPF.

O MPF disse que vai recorrer da decisão e pedir para que o valor das indenizações seja elevado de um para 20 salários mínimos por morador da associação.

Cotidiano