PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias
Temperatura em Cuiabá chega a 44ºC e bate recorde dos últimos 109 anos

Colaboração para o UOL

01/10/2020 14h38Atualizada em 01/10/2020 17h16

Cuiabá registrou ontem a maior temperatura dos últimos 109 anos. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a temperatura chegou aos 44ºC às 17h. Esta foi a maior temperatura registrada desde dezembro de 1909, quando a medição começou a ser feita pelo instituto,

Três horas antes, às 14h, o recorde já havia sido batido, com 43,7ºC. A medição, segundo o instituto, é feita à sombra.

Nos próximos dias, as temperaturas máximas não devem ficar abaixo da casa dos 40. No próximo domingo (4), a máxima prevista é de 47ºC.
Hoje, a máxima estimada pelo Inmet na capital é de 42ºC

O Brasil deve ter uma onda de calor jamais registrada durante os próximos dias, segundo previsão da MetSul Meteorologia. Nesta semana, a temperatura deve ficar acima dos 40ºC no Sul, no Centro-Oeste e no Sudeste do país. No interior de São Paulo, a máxima pode chegar a 44ºC, especialmente nas regiões Oeste e Noroeste.

O fenômeno é consequência da massa de ar seco e quente que cobre o Brasil Central e gera uma gigante bolha de ar quente, as chamadas cúpulas de calor (ou "heat dome"). A área de alta pressão em altitude gera movimentos de descida na atmosfera com calor extremo e tempo muito seco.

A forte estiagem com baixa disponibilidade de umidade no solo acaba agravando a situação e cria-se um mecanismo em que o tempo seco agrava o calor e o calor agrava o tempo seco, gerando ainda maior evapotranspiração.

Calor também em São Paulo

Já São Paulo igualou a marca de ontem e registrou temperatura de 37,1ºC hoje, a maior de 2020 e a segunda maior da história da cidade. A informação foi confirmada pelo Climatempo em contato com UOL, por telefone.

A temperatura foi registrada na estação automática do Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista. O recorde anterior, de 34,9ºC, havia sido registrado no dia 27 de setembro.

Ainda de acordo com Climatempo, a previsão é de mais calor amanhã, com máxima de 38ºC. Se isso se confirmar, será a maior temperatura já registrada desde 1943, quando começaram as medições oficiais do Inmet.

O recorde histórico ocorreu no dia 17 de outubro de 2014, quando a máxima chegou a 37,8ºC.

As quatro maiores temperaturas já registradas pelo Inmet em São Paulo foram:

  • 37,8ºC - 17 de outubro de 2014
  • 37,1ºC - 30 de setembro de 2020 e 1º de outubro de 2020
  • 37ºC - 20 de janeiro de 1999
  • 36,7ºC - 19 de janeiro de 1999

Cotidiano