PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Jovem de 23 anos morre dentro de casa atingido por bala perdida no Rio

"Roubaram a felicidade de uma família", disse mãe do jovem morto na Zona Central do Rio - Reprodução/TV Globo
"Roubaram a felicidade de uma família", disse mãe do jovem morto na Zona Central do Rio Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

19/10/2020 16h54

Um jovem de 23 anos morreu na manhã de hoje no bairro do Catumbi, na Zona Central do Rio de Janeiro, ao ser atingido por uma bala perdida dentro de casa. Segundo a PM (Polícia Militar), o jovem foi baleado na Rua Miguel de Paiva e a família da vítima afirma que o tiro foi disparado do alto do Morro da Coroa.

De acordo com a TV Globo, o nome do jovem morto é Caio Gomes Soares. Ele era formado em Educação Física pela Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro). À TV, sua mãe disse que "roubaram a felicidade" da família com a morte do jovem.

"Roubaram a felicidade de uma família, a família está quebrada", disse Maria José Gomes de Andrade. "Tinha 23 anos, fazia faculdade, estudava, trabalhava, (era) querido por todo mundo. Era um menino todo do bem. De repente, isso", afirmou a mãe do jovem, abalada pela morte.

A Polícia Civil do Rio afirma que as investigações estão em andamento. Já a PM disse em nota enviado ao UOL que policiais do 4º BPM, de São Cristóvão, foram acionados pelo serviço 190 porque havia uma denúncia de que um agente teria sofrido uma abordagem e fora levado para dentro da comunidade do Morro da Coroa.

A corporação ainda afirma que as equipes policiais foram recebidas a tiros por criminosos, revidando então os ataques. No entanto, após o confronto não foi a confirmada a denúncia de que um policial teria sido levado por criminosos.

Segundo informações da TV Globo, os policiais foram chamados por conta de um baile funk que varava a madrugada na região. Caio foi atingido na cabeça enquanto pegava um suco, logo após acordar.

"Você vem de outro estado, trabalha em casa de família, dá toda a educação para os seus filhos, é muito difícil", disse Maria José. De acordo com a emissora carioca, a mãe de Caio é paraibana e também tem uma filha formada em fonoaudiologia.

Cotidiano