Topo

Conteúdo publicado há
3 meses

Vizinho ouve gritos de socorro e auxilia parto de haitiana em Sarandi (PR)

Parto foi realizado na cozinha da casa da mãe, enquanto Eduardo recebia instruções de socorristas por telefone Imagem: Reprodução/Balanço Geral Oeste/RIC TV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/03/2021 09h32

Um homem de Sarandi, na região metropolitana de Maringá (PR), foi responsável pelo parto de um bebê, filho de um casal de haitianos, no sábado (13), após atender aos gritos de socorro da mãe, que deu à luz na cozinha de casa. A mulher de 32 anos e o recém-nascido não tiveram complicações e passam bem.

Eduardo Alves acordou por volta das 5h da manhã de sábado após ouvir os gritos da vizinha. Sem pensar duas vezes, o soldador foi até a casa em frente da dele e descobriu que o motivo dos pedidos de socorro era um parto iminente da vizinha.

"Eu procurei manter a calma e acalmá-la", disse Eduardo, que pediu o acionamento do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para socorrer a gestante ao se deparar com a cena. Contudo, a chegada da equipe médica, segundo ele, demorou 20 minutos e o bebê, que se chama Eliseu, não podia esperar esse tempo.

O vizinho, então, se manteve na linha com o número de emergência enquanto recebia instruções médicas para auxiliar no parto. "Quando senti que ele [o bebê] estava em posição de parto, eu fiz a minha mão em [formato de] conchinha, apoiei a cabeça dele e fui ajeitando, ajeitando, ajeitando", relatou Eduardo para a reportagem da RIC, afiliada da Rede Record.

A ajuda de Eduardo surtiu efeito e Eliseu nasceu em um parto sem maiores complicações. O Samu logo chegou no local do ocorrido, atendeu a mãe e o bebê, e os encaminhou para um hospital.

"[O bebê] Nasceu bem, corado, ativo, chorando forte. Foi realizada toda a recepção desse recém-nascido, clampeamento do cordão umbilical, aquecimento e todo o suporte necessário para a mãezinha", disse uma médica que auxiliou no resgate.

Eduardo não escondeu a emoção em ser importante em um momento tão "bonito" como o parto de Eliseu. "Em um momento tão difícil como esse, poder acordar de manhã cedo e socorrer uma vida, nossa, para mim, foi o melhor presente de Deus", disse. Ele ainda diz que espera pelo fim da pandemia de coronavírus para poder "abraçar o pai, a mãe e o bebê".

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vizinho ouve gritos de socorro e auxilia parto de haitiana em Sarandi (PR) - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Cotidiano