PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias

Homem atropela nova família da ex; bebê está em estado grave

Carro de suspeito, que teria atropelado marido e filho da ex-namorada por não se conformar com fim do relacionamento, há 3 anos - Reprodução/Polícia Civil
Carro de suspeito, que teria atropelado marido e filho da ex-namorada por não se conformar com fim do relacionamento, há 3 anos Imagem: Reprodução/Polícia Civil

Júlia V. Kurtz

Colaboração para o UOL

15/04/2021 21h19Atualizada em 15/04/2021 21h19

Um homem de 51 anos está foragido depois de atropelar a ex-mulher, o atual companheiro dela e o filho do casal, de dois meses. O caso ocorreu na terça-feira (13), em Rio Verde, a 205 km de Campo Grande.

Segundo o Boletim de Ocorrência, o homem decidiu cometer o crime por não aceitar o fim do relacionamento. A ex, de 36 anos, sofreu apenas ferimentos leves, mas seu namorado, de 30, morreu pouco depois de ser atingido pelo carro. O bebê sofreu traumatismo craniano e está em estado grave.

No dia do ocorrido, o acusado viu a ex-namorada caminhando com a família por uma rua próxima a casa do casal e avançou sobre eles com o carro.

O impacto fez com que o companheiro da mulher fosse arremessado com o bebê. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

A ex não foi atingida, mas ficou em estado de choque. Em depoimento, ela disse que estava separada do companheiro há três anos.

Durante o namoro, os dois moravam no campo, mas ela se mudou para a cidade logo após o término.

A mulher também disse que o acusado frequentemente a ameaçava, dizendo que não aceitaria que ela tivesse outro homem.

De acordo com a Polícia Civil, imagens de câmeras de segurança mostraram que o suspeito muda a direção do carro de forma a atingir de propósito a família.

A Polícia Civil da cidade fez buscas na propriedade do suspeito, mas ele não foi encontrado. No local havia uma arma de pressão adaptada para calibre 22. Já o carro usado no crime foi localizado em uma propriedade próxima, pertencente a parentes.

O suspeito teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e está foragido. Ele responde pelos crimes de tentativa de feminicídio, homicídio doloso qualificada por motivo torpe, tentativa de homicídio e posse irregular de arma de fogo.

Cotidiano