PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
2 meses

Homens entram em cerimônia de umbanda e atiram em mulher em AL

Mulher foi socorrida ao Hospital de Emergência, em Arapiraca (AL) - Reprodução/Google Maps
Mulher foi socorrida ao Hospital de Emergência, em Arapiraca (AL) Imagem: Reprodução/Google Maps

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, no Recife

24/07/2021 17h54

Uma mulher foi atingida por dois tiros de arma de fogo disparados por dois homens durante uma cerimônia de umbanda, realizada no município de Coité do Noia (AL), a 124 km de Maceió, na noite de ontem. Testemunhas relataram à polícia que suspeitam de intolerância religiosa, pois os criminosos entraram no local e atiraram a esmo. Até agora, nenhum suspeito da tentativa de homicídio foi preso pela polícia.

A vítima teve um dedo de uma das mãos atingido por um tiro. Outro disparo atingiu de raspão o pescoço da mulher. Ela foi socorrida para o Hospital de Emergência, em Arapiraca, a 23 km de Coité do Noia. Não há informações sobre o estado de saúde dela, pois o hospital afirmou que só está autorizado a repassar informações para os familiares da paciente. O nome da vítima não foi divulgado.

Segundo a Polícia Militar, pessoas que participavam da cerimônia religiosa relataram que dois homens desconhecidos bateram na porta do imóvel, pedindo para participar do ritual. O terreiro fica localizado no bairro da Cohab. Ao entrarem no local, os criminosos sacaram as armas e deram três tiros, surpreendendo a todos. Apenas uma mulher foi atingida por dois dos três tiros.

Testemunhas contaram à polícia que foram ameaçadas pelos criminosos de serem baleadas caso reagissem à ação criminosa. Nenhum pertence foi levado do local. Os atiradores não foram identificados pela vítima como também por nenhuma das pessoas que estavam participando do ritual no terreiro de umbanda. Eles fugiram em uma motocicleta, de placas não anotadas, depois do atentado.

Somente após os atiradores irem embora, os participantes da cerimônia de umbanda chamaram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para fazer o socorro da vítima.

A PM informou que militares do 3º Batalhão fizeram rondas na região, mas não conseguiram localizar nenhum suspeito do crime.

A tentativa de homicídio foi registrada no plantão da delegacia regional de Arapiraca. Na segunda-feira (26), o caso será repassado para ser investigado pela delegacia de Coité do Noia.

Cotidiano