PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Homem é socorrido após ser mordido por tubarão em praia de Pernambuco

Banhistas fizeram registros dos primeiros socorros a homem mordido por tubarão - Reprodução/Twitter
Banhistas fizeram registros dos primeiros socorros a homem mordido por tubarão Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

25/07/2021 15h50Atualizada em 25/07/2021 17h12

Um homem de 32 anos foi mordido por um tubarão no início da tarde de hoje na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana de Recife.

A informação foi confirmada em nota pelo Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit). O comunicado informou ainda que no local havia uma equipe do Grupamento de Bombeiro Marítimo (GBMar), que ao longo de toda manhã deu orientações aos banhistas para saírem da água.

Segundo o órgão, o banhista ferido também foi orientado sobre o perigo e retirado da água por equipes dos bombeiros, porém, ao retornar ao mar, acabou sendo mordido na coxa esquerda e glúteo.

A equipe do GBMar retirou o homem do mar e fez os primeiros socorros, contendo a hemorragia, prevenindo uma possível hipotermia e ministrando oxigênio.

Em um primeiro momento, ele foi levado ao Hospital da Aeronáutica, e, após ser estabilizado, foi transferido para o Hospital da Restauração, onde "recebe assistência médica na Unidade de Trauma e está consciente".

Procurada pelo UOL, a assessoria do Hospital da Restauração (HR) disse não poder repassar informações sobre pacientes sem autorização de familiares.

Imagens nas redes sociais mostram a vítima deitada, cercada de banhistas, enquanto socorristas do Corpo de Bombeiros de Pernambuco pressionam um pano contra a perna atingida.

Há pouco mais de duas semanas, no dia 10 de julho, um outro homem foi mordido por um tubarão na mesma praia.

Marcelo Rocha Santos, de 51 anos, jogava bola na praia quando entrou no mar para, alegadamente, tirar a areia do corpo. Ele foi mordido quando deixava o mar.

A vítima teve a mão direita amputada e um ferimento profundo na coxa causado pela mordida do animal.

Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital da Restauração ainda com vida, segundo o capitão dos bombeiros, Joel Fernandes, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

"[Ele] Saiu da praia com saturação 88, mas chegou lá (no HR) com saturação 75 e não resistiu", disse o capitão.

Diante do caso de hoje, no mesmo trecho de orla, o Cemit afirmou que já está em articulação com a Prefeitura de Jaboatão para avaliação das ocorrências e adoção de possíveis medidas para reduzir os riscos de incidentes com tubarões.

"É preciso reforçar que, somente com a conscientização e responsabilidade por parte da população, é possível obter sucesso na segurança das pessoas na orla do Estado. Vale lembrar que, no trecho específico, além de equipes do GBMar, há placas de sinalização e bandeirolas instaladas para orientar sobre os riscos de entrar no mar naquela área", concluiu o órgão.

Cotidiano