PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Turista de 26 anos morre à beira de piscina de cobertura no Guarujá (SP)

A equipe do Samu que esteve na cobertura tentou reanimar Felipe, mas ele acabou morrendo no local - Arquivo/Divulgação/Prefeitura do Guarujá
A equipe do Samu que esteve na cobertura tentou reanimar Felipe, mas ele acabou morrendo no local Imagem: Arquivo/Divulgação/Prefeitura do Guarujá

Colaboração para o UOL, em Santos

07/10/2021 12h47

O atendente Felipe Alves, de 26 anos, morador de São Paulo, foi encontrado morto ao lado da piscina de um apartamento de cobertura no bairro Jardim Três Marias, na cidade de Guarujá, no litoral paulista.

O jovem, que morava no bairro do Jabaquara, zona sul da Capital, estava curtindo o fim de semana com dois amigos, no sábado (2), um vendedor, de 29 anos, e uma modelo, de 30.

A Polícia Militar informou que patrulhava a região quando uma equipe de agentes foi abordada por um motoboy. Sem se identificar, ele relatou que foi chamado para fazer uma entrega em um prédio, onde foi informado que havia uma pessoa caída, sem sinais vitais, em um apartamento.

Os PMs seguiram então o motoboy até o prédio e foram recebidos pela amiga do casal, que se encontrava muito nervosa. Ela os conduziu até a cobertura, onde os policiais encontraram Felipe já sem vida, ao lado da piscina.

A mulher relatou os agentes que ela e os dois amigos estavam bebendo e curtindo a noite de sábado, quando um motoboy chegou com uma encomenda, um saco de gelo que haviam pedido. Ela narrou que desceu com o vendedor, enquanto Felipe permaneceu na piscina.

Ao retornarem, encontraram o atendente já desacordado. O Samu foi chamado e o médico da equipe constatou o óbito do jovem, porém, sem causa aparente. Ele não tinha marcas de luta corporal ou ferimentos.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que uma unidade do Samu foi acionada às 20h27 de sábado e chegou ao local às 20h34. Foi constatado que a vítima apresentava um quadro de parada cardiorrespiratória.

"A equipe não mediu esforços para reanimar o paciente, mas não foi possível. A vítima veio a óbito no local", lamentou a secretaria.

De acordo com a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo), o caso foi registrado como morte suspeita na delegacia de Guarujá. "Os exames para determinar a causa da morte estão em andamento", informou o órgão, em nota.

Cotidiano