64% dos terminais de ônibus de SP não têm laudo dos Bombeiros, diz TCM

Uma vistoria feita pelo TCM (Tribunal de Contas do Município) de São Paulo apontou que 20 dos 31 terminas de ônibus da capital não contam com o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros).

O que aconteceu

O órgão decidiu hoje emitir um alerta cobrando a Prefeitura de São Paulo sobre melhorias nos serviços ofertados. A fiscalização foi feita por técnicos.

Os auditores encontraram extintores guardados em lugares considerados inadequados, como banheiros. No Terminal Guarapiranga, na zona sul da capital, foram encontradas mangueiras de combate a incêndio dentro dos armários.

O órgão deu um prazo de 30 dias para que a SPTrans, responsável pelo transporte na cidade, preste esclarecimentos. Procurada, a empresa municipal disse não ter sido notificada pelo TCM, mas que apura os pontos citados pelo órgão. "A empresa está à disposição do tribunal para mais esclarecimentos, como de praxe em sua política de transparência e compromisso com a sociedade".

Os terminais foram concedidos à iniciativa privada no ano passado. A SPTrans deve informar ao TCM o número de funcionários em cada área do terminal, além de entregar um cronograma de obras que estavam previstas.

Problemas na segurança e limpeza

Nos banheiros dos terminais não foram encontrados itens como papel higiênico, sabonete e assentos nos vasos. No Terminal Aricanduva, na zona leste, por exemplo, faltava uma pia.

Os técnicos do TCM também apontaram falta de funcionários da segurança e ausência de câmeras de monitoramento. A falta de acessibilidade nas entradas dos terminais também foram citadas pelo órgão.

Continua após a publicidade

A auditoria encontrou calçadas esburacadas, obras que atrapalham a passagem de pessoas e falta de condições de acessibilidade. Banheiros acessíveis estavam fechados ou com problemas na manutenção e, em muitos casos, sujos.
Tribunal de Contas do Município

Veja os principais pontos encontrados pela vistoria do Tribunal de Contas:

  • 25 dos 31 terminais não têm guichê de informações aos passageiros;
  • 20 dos 31 terminais não têm AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros);
  • 19 dos 31 terminais não têm hidrantes e/ou extintores;
  • 13 dos 31 terminais não têm itens de higiene nos banheiros;
  • 11 dos 31 terminais não têm segurança nos bicicletários;
  • 10 dos 31 terminais não têm câmeras de segurança;
  • 9 dos 31 terminais não têm vigilantes nas guaritas;
  • 9 dos 31 terminais não têm banheiros acessíveis;
  • 8 dos 31 terminais não têm calçadas acessíveis;
  • 8 dos 31 terminais não têm banheiros limpos.
Banheiro do Terminal Aricanduva, na zona leste
Banheiro do Terminal Aricanduva, na zona leste Imagem: Reprodução/Auditoria do TCM-SP

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes