Conteúdo publicado há 3 meses

Estudante de medicina é presa suspeita de integrar quadrilha de traficantes

Uma estudante de medicina foi presa ontem por suspeita de integrar um esquema de lavagem de dinheiro de um grupo criminoso de Sergipe. A prisão da mulher ocorreu em Feira de Santana, no interior de Bahia.

O que aconteceu

A mulher presa seria namorada de um traficante. Fernanda Monteiro Correia, de 29 anos, se relaciona com o líder de um grupo de tráfico de drogas, apontado como Breno Vinícius Martins, conhecido como "Breno Hamster", segundo a SSP-SE (Secretaria de Segurança Pública de Sergipe). Breno foi detido em março em uma investigação no Complexo da Maré e está em um presídio no Rio de Janeiro desde então.

A estudante de Aracaju atuaria na parte financeira do grupo, sendo responsável pela lavagem de dinheiro da organização de tráfico de drogas.. A Polícia Civil de Sergipe continua investigando para apontar o envolvimento de outros nomes com o grupo criminoso.

Mulher ostentava armas em fotos, diz polícia. Ela deve ser levada para Sergipe nos próximos dias, a pedido da corporação do estado.

Além da estudante, outras duas mulheres foram presas na operação. Uma das detidas é mãe de um filho de Breno e a outra é uma ex-namorado investigado, e ambas eram usadas para fazer transferências bancárias ilícitas, disse o delegado Ataíde Alves, do Denarc (Departamento de Narcóticos), ao site Fan F1. Um mandado de prisão também foi cumprido contra Breno dentro da prisão por "lavagem de dinheiro, tráfico e associação para o tráfico", informou Alves.

Os nomes das outras mulheres presas não foram divulgados. A reportagem não conseguiu encontrar a defesa das detidas, nem de Breno. O espaço segue aberto para manifestação.

Deixe seu comentário

Só para assinantes