Conteúdo publicado há 3 meses

GO: Polícia flagra grupo que engolia droga e celular para entrar na cadeia

A Polícia Civil de Goiás prendeu um homem de 24 anos em Formosa (GO) suspeito de chefiar uma quadrilha que aliciava homens que se deixavam prender com o objetivo de entrar na cadeia com drogas e celulares escondidos no estômago.

O que aconteceu

A operação Cavalo de Troia foi deflagrada na noite de Natal (25) pelo Grupo de Repressão a Narcóticos. A Polícia Civil confirmou ao UOL que o jovem preso é investigado por supostamente chefiar a quadrilha.

Os suspeitos forjavam assaltos com o objetivo de serem presos pela polícia. Segundo os investigadores, esses homens eram levados para a Casa de Prisão Provisória de Formosa e, lá, entregavam para outros presos os celulares e drogas que engoliam antes da detenção.

O jovem preso chefiava um grupo que cooptava outras pessoas para engolir os celulares e drogas. Esses homens simulariam assaltos com a ajuda de mulheres que se passavam por vítimas e entregavam os celulares para que fossem ingeridos.

Elas mesmas chamavam a polícia e denunciavam o falso crime. Os suspeitos ficavam perto do local da denúncia para facilitar a prisão, ainda segundo os investigadores.

O suposto chefe da quadrilha foi encontrado em uma casa no Bairro Jardim Califórnia, em Formosa, nas imediações do Distrito Federal.

Drogas apreendidas que haviam sido engolidas por membros da quadrilha
Drogas apreendidas que haviam sido engolidas por membros da quadrilha Imagem: Polícia Civil de Goiás

Deixe seu comentário

Só para assinantes