Conteúdo publicado há 1 mês

GO: Holandesas são suspeitas de tráfico de pessoas após jovem autista sumir

Duas holandesas foram presas por suspeita de tráfico de pessoas após o desaparecimento de uma jovem autista em Goiás.

O que aconteceu

A vítima avisou aos familiares que se mudaria para Portugal e sumiu de casa no sábado (24). Na mensagem de despedida, ela contou que se comunicava com uma pessoa do país europeu e que estava em um relacionamento amoroso.

Os familiares dela acionaram a polícia em Quirinópolis (GO), onde moram. Após diligências, o veículo utilizado na fuga da vítima foi descoberto.

A jovem foi encontrada em um shopping de São José do Rio Preto, acompanhada de duas outras mulheres. As suspeitas informaram que são holandesas, mas residem em Portugal.

As duas mulheres foram presas por suspeita de tráfico de pessoas. Elas estão sob cuidados da Polícia Federal. A jovem passou por avaliação médica e está com a família.

A jovem tem nível 2 no espectro de transtorno autista, segundo a polícia. Esse é considerado um nível "moderado", com grau de suporte razoável, segundo especialistas.

Foi identificado que [a vítima] realmente ela necessita de um tratamento psiquiátrico. Assim, ela foi encaminhada ao Hospital Bezerra de Menezes, em São José do Rio Preto, onde ficou aguardando a chegada dos avós para retornar ao município de Quirinópolis.
Thiago Latorre, delegado de Quirinópolis

Deixe seu comentário

Só para assinantes