Conteúdo publicado há 24 dias

Babá é presa suspeita de agredir bebê de 4 meses após ser filmada no CE

Uma babá foi presa após ser filmada agredindo um bebê de quatro meses de quem cuidava em Fortaleza.

O que aconteceu

Juliana da Silva Machado, de 21 anos, aparece nas gravações fazendo movimentos bruscos com a criança. Ela está sentada em uma cadeira com o bebê no colo, que está com um pano sobre o rosto.

Ela chacoalha a criança de um lado para o outro. O vídeo, gravado por uma moradora, também mostra a babá dando tapas na barriga do bebê. Filmagem foi registrada em um local de convívio comum do prédio onde vive a família da criança.

Babá foi presa em flagrante no bairro Guararapes, na manhã de sábado (20). No local, o vídeo foi apresentado aos policiais militares. Ela e os pais do bebê foram conduzidos a Delegacia de Defesa da Mulher, e a babá foi autuada por lesão corporal dolosa.

A prisão foi convertida em preventiva. A decisão foi tomada após audiência de custódia que ocorreu no domingo (22), informou o Tribunal de Justiça do Ceará ao UOL.

O que diz a defesa

Defesa classificou prisão de Juliana como um "absurdo". Em nota, o advogado Matheus Barros explicou que a cliente "preenche todos os requisitos para a liberdade provisória e, por um equívoco do nosso judiciário, a mesma teve sua prisão em flagrante convertida em preventiva. Um absurdo".

Advogado ressaltou que cena vista em gravação foi "mal interpretada". "Percebemos, até mesmo em vídeos que supostamente flagram tal conduta, que tudo não passou de uma má interpretação. Tudo isso restará devidamente comprovado durante a instrução processual.

Barros acrescentou que já entrou com um pedido de habeas corpus. "Tendo em vista a flagrante ilegalidade e o constrangimento ilegal que vem sofrendo a minha cliente. A mesma trabalha como babá há seis anos, tendo inclusive curso para tanto. Jamais existiu qualquer acusação ou fatos em que desabonasse sua conduta enquanto profissional e até mesmo pessoal", defendeu.

Deixe seu comentário

Só para assinantes