Conteúdo publicado há 29 dias

Exército envia 3 novas passadeiras ao RS após rompimento durante temporal

O Exército anunciou, na noite desta sexta-feira (24), o envio de três novas passadeiras flutuantes ao Rio Grande do Sul após o rompimento de outras passarelas durante um temporal.

O que aconteceu

Três cidades serão beneficiadas pelas novas estruturas. Passadeiras serão instaladas entre os municípios de Lajeado e Arroio do Meio, no Rio Forqueta, além da cidade de Candelária, no Rio Pardo.

As novas passarelas vêm de unidades militares de São Borja (RS), Tubarão (SC) e Palmas (PR), anunciou o Comando Militar do Sul. "Elas serão lançadas assim que as condições de segurança do rio e climáticas permitirem", diz a nota.

Passarelas rompidas

O Exército divulgou na quinta-feira (23) que duas passadeiras flutuantes, que ligavam Arroio do Meio a Lajeado, foram levadas por nova enxurrada provocada por fortes temporais. No comunicado desta sexta, o Comando Militar do Sul diz que três passadeiras foram rompidas.

As passadeiras já haviam sido interditadas. A decisão aconteceu por precaução, em decorrência do aumento do volume de água e da correnteza no rio Forqueta.

Passadeiras foram destruídas oito dias após inauguração. Elas foram construídas para restabelecer a ligação das duas cidades, que estavam isoladas devido à queda das pontes principais após as enchentes do início do mês.

A estrutura tinha 80 metros de extensão e permitia a passagem de 45 pessoas por minuto. Antes da construção das passadeiras, os municípios viviam em situação crítica, e a travessia era feita com barcos de voluntários ou botes do Exército.

Deixe seu comentário

Só para assinantes