Ainda não há informações sobre brasileiros mortos ou desaparecidos no Chile, diz Itamaraty

Da Agência Brasil
Em Brasília

  • Martin Bernetti/AFP - 1.mar.2010

    Morador caminha na cidade de Talcahuano em meio à devastação causada pelo tsunami, decorrente do terremoto que atingiu o Chile no sábado (27)

    Morador caminha na cidade de Talcahuano em meio à devastação causada pelo tsunami, decorrente do terremoto que atingiu o Chile no sábado (27)

O ministério das Relações Exteriores do Brasil afirmou que, por enquanto, não há informações sobre brasileiros mortos ou desaparecidos entre as vítimas do terremoto no Chile do último sábado (27). Segundo o Itamaraty, ainda existem dificuldades de comunicação – tanto por telefone como pela internet – com o Chile.

De acordo com informações do ministério, a comunidade brasileira no país vizinho reúne cerca de 12 mil pessoas. Os tremores de terra em território chileno costumam ser frequentes, mas ocorrências com a magnitude do último, que atingiu 8,8 graus na escala Richter, são raras. O terremoto matou pelo menos 711 pessoas, além de deixar várias desaparecidas e desabrigadas.

Estradas, edifícios públicos e privados foram destruídos. As principais áreas atingidas são 30 regiões no Sul do país – a partir da cidade de Concepción, que fica a 800 kms de Santiago (capital). O governo chileno decretou estado de catástrofe do tipo de exceção, colocando essas áreas em alerta .

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje (1º) no seu programa semanal de rádio Café com o Presidente que o governo do Brasil se dispõe a colaborar com o Chile no que for necessário. Ele ainda não conversou com a presidente chilena, Michelle Bachelet.

De acordo com o Itamaraty, os diplomatas brasileiros que estão no Chile estão em contato permanente com as autoridades chilenas em busca de informações e as providências estão sendo tomadas.

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com o Núcleo de Assistência a Brasileiros, que pode ser contatado pelos números (61) 3411-8804, (61) 3411-8805 e (61) 8197-2284, das 10h às 18 h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos