Antiquada? Profissão de mordomo tem escola britânica tradicional e salário de invejar

Bárbara Paludeti

Do UOL, em São Paulo

  • AP

    O ator Jim Carter interpreta o dedicado mordomo Mr Carson na série "Downton Abbey", que se passa na Inglaterra do século 20

    O ator Jim Carter interpreta o dedicado mordomo Mr Carson na série "Downton Abbey", que se passa na Inglaterra do século 20

Os mordomos britânicos são um símbolo do passado, mas ao que parece, voltaram à moda. Talvez pelo sucesso internacional de séries como "Downton Abbey", ambientada na Inglaterra do começo do século 20, em que o ator Jim Carter interpreta o dedicado mordomo Mr Carson. Há também o inesquecível Tropeço, mordomo da Família Addams, que faz a linha do mil e uma utilidades.

E se você acha antiquado ter um mordomo, saiba que há um instituto que forma profissionais do tipo em Londres desde 1997: o British Butler Institute --e cobra bem caro por isso. A escola foi fundada por dois cavalheiros do Palácio de Buckingham, residência oficial do monarca do Reino Unido e é focada em "oferecer o melhor treinamento em habilidades clássicas e modernas" para estes profissionais.

O diretor do instituto, Gary Williams, contou, em entrevista ao UOL por e-mail, que a escola tem estudantes de todo o mundo que buscam expandir seu conhecimento ou alunos que desejam entrar na "fascinante e extremamente bem paga carreira de um mordomo moderno".

Segundo Williams, 40% dos estudantes são mulheres e 60% são homens. Nos cursos, há um máximo de 15 alunos por turma. O instituto forma 2.300 pessoas por ano --há unidades em Veneza (Itália) e na Cidade do México.

Uma parte destes supermordomos, como são chamados, começa a trabalhar nas mansões de milionários estrangeiros, principalmente dos países do Golfo e da China.

Os "butlers" britânicos são normalmente contratados por membros da realeza, líderes de Estado, xeques e magnatas do petróleo que têm, em média, três casas cada um e uma equipe de cerca de 15 funcionários. Por isso, para esses bilionários, falta uma pessoa educada especialmente para coordenar os demais empregados e realizar todos os pedidos dos chefes.

"O mordomo moderno é muito procurado, pois há mais milionários e bilionários todos os anos que precisam de um profissional altamente qualificado para ajudá-los a conduzirem suas casas ou iates, para liberá-los para a família, amigos e negócios", afirma Williams.

Divulgação
Curso que forma super mordomos dá aula sobre como lidar com acidentes com café

E o curso?

Mas entrar nesta profissão não é para qualquer um, além da disciplina britânica necessária, é preciso estar disposto a investir £ 1.350 (R$ 7.542) em um curso de cinco dias, ou £ 4.890 (R$ 27.320) em um treinamento de quatro semanas.

Os temas abordados vão desde a história e os deveres de um mordomo, dicas de como lidar com um convidado difícil ou curioso, acidentes com café ou chá, limpeza de prataria, aprender a tratar a mídia, técnicas mentais para decorar nomes e números e até a melhor maneira de contornar um hóspede bêbado.

E o código de etiqueta e vestimenta para os candidatos a supermordomos já começa na escola. Durante o treinamento eles já devem vestir-se como tal: os homens com camisa, colarinho, gravata e terno; já as mulheres com calça social, vestido, saia ou blusa.

Brendan O'Sullivan/Divulgação
Gary Williams é o diretor do British Butler Institute, em Londres

"Após o curso, oferecemos estágios para os alunos que não têm experiência e então eles são assistidos por nossa divisão de recrutamento para encontrar um emprego ao redor do mundo", explica o diretor.

E o salário? Se o investimento é alto, o salário parece compensar. A remuneração média depende do país. No Reino Unido, é de £ 50 mil por ano (R$ 217 mil --cerca de R$ 18 mil mensais) mais benefícios como carro, casa e refeições. "O mordomo mais bem pago do mundo trabalha nos EUA e tem um salário líquido anual de US$ 2,2 milhões (R$ 8,6 milhões --ou seja, R$ 716 mil por mês)", afirma Williams. Se este é o pagamento do mordomo, imagine o patrão!

E para você que ainda acha que esta profissão está em desuso, saiba que a demanda supera em muito a oferta. "Temos um grande mercado na China, que está abocanhando o fornecimento de mordomos", explica o diretor.

Aqui em terras tropicais também há demanda. "Nós tivemos uma demanda constante do Brasil e temos treinado estudantes brasileiros. Acreditamos que a procura vai aumentar", disse. E, segundo contou à reportagem, há planos futuros de trazer uma filial do instituto para o Brasil. Vamos aguardar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos