Trump diz que "motins" podem acontecer se republicanos vetarem sua indicação

Do UOL, em São Paulo

  • David Goldman/AP

O pré-candidato presidencial republicano favorito nas pesquisas, Donald Trump, alertou nesta quarta-feira (16) que "motins" podem acontecer nos Estados Unidos caso os republicanos vetem sua indicação presidencial, mesmo que ele acumule o maior número de delegados no fim das primárias.

Em uma entrevista à CNN nesta quarta-feira, Trump disse que, se obtiver um número grande de delegados e ainda assim lhe negarem a indicação, "motins" poderiam acontecer no país. "Estou representando muitos, muitos milhões de pessoas".

O cenário é possível no caso de Trump não atingir o número de 1.237 delegados necessários para ser indicado antes da convenção nacional do partido, mesmo levando mais delegados do que seus adversários na disputa, Ted Cruz e John Kasich --Marco Rubio deixou a corrida após ser derrotado na Flórida.

O bilionário nova-iorquino venceu na Flórida, no Illinois e na Carolina do Norte na terça-feira, resultados que o deixaram mais perto de obter os 1.237 delegados necessários para ser indicado.

Mas a derrota no Estado crucial de Ohio deixou a porta aberta para os membros do Partido Republicano que tentam impedir que Trump seja escolhido como candidato da legenda para a eleição de 8 de novembro.

Trump pode não alcançar a maioria exigida, permitindo que o establishment republicano apresente um novo nome na convenção em Cleveland em julho para que seus correligionários escolham formalmente seu candidato. (Com agências internacionais)

O que mais se ouve em um comício de Trump? "Saia daqui"

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos