Piloto confunde pistas e quase causa o maior acidente da história da aviação

Colaboração para o UOL

  • Rick Rycroft/AP

Um piloto que comandava um avião da Air Canada evitou por pouco o que seria um desastre após quase ter pousado em uma área de taxeamento que tinha outras quatro aeronaves enfileiradas, em San Francisco (EUA), na última sexta-feira. Seria, possivelmente, o maior acidente da história da aviação pelo número de aviões envolvidos, todos carregados com muito combustível e cheios de passageiros.

Segundo a CBC, um comunicado da Federal Aviation Administration informou que o voo AC759 da Air Canadá, que vinha de Toronto, foi liberado pela torre de comando para aterrissar na pista 28R um pouco antes da meia-noite.

"Entretanto, o piloto inesperadamente mudou para a pista de rodagem C, que é paralela à esta pista", informou o mesmo comunicado. "O controlador do tráfego aéreo teve de intervir. O avião acabou fazendo uma nova trajetória de pouso e aterrissou sem nenhum incidente".

Em uma gravação de áudio das conversas entre o controle de tráfego aéreo e os pilotos, o piloto da Air Canada conta ao controle de tráfego aéreo que ele viu outras luzes na pista antes de ser informado que não existiam outros aviões na 28R. Quando o controle de tráfego aéreo percebeu que o avião foi se dirigindo para a pista de rodagem, ele rapidamente o direcionou para dar uma volta e se depois aproximar novamente.

Na gravação, um piloto da United Airlines aparece dizendo: "United One, Air Canada acabou de voar diretamente sobre nós". Outra voz disse: "Onde está esse cara? Ele está na pista de rodagem", demonstrando o susto com a situação. Um dos pilotos que estava na pista, esperando para voar, disse, sem entender: "O Air Canada voou por cima da gente".

Sobre as dimensões do acidente, o site Mercury News entrevistou um especialista, que explicou: "Se isso aconteceu, ficamos perto do maior acidente da história da aviação", afirmou Ross Aimer, ex-capitão da United Airlines e comandante da organização Aero Consulting Experts. "Se você imaginar uma aeronave colidindo com quatro outras, cheias de combustível e passageiros, pode imaginar quão horrível teria sido."

A Air Canada afirma que está investigando o caso. "O voo AC759, de Toronto, preparava-se para pousar em San Francisco na sexta-feira, quando teve de voar no entorno do aeroporto. A aeronave pousou sem incidentes. Estamos em investigação sobre as circunstâncias e ainda não há informações adicionais", disse a empresa, em nota à CBC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos