PUBLICIDADE
Topo

"O plano é resgatar 4 amanhã", diz oficial sobre Tailândia; saúde de 5 pessoas na caverna é boa

Do UOL

Em São Paulo*

09/07/2018 12h05

Após dois dias de operações bem-sucedidas de resgate, o comandante da operação em Mae Sai, na Tailândia, anunciou em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (9) que a retirada pode se estender por mais dois dias. "O plano está desenhado para resgatar quatro pessoas amanhã", disse Narongsak  Osatanakorn.

Se confirmado o planejamento, uma das cinco pessoas ainda presas na caverna terá de passar mais dois dias sem ver a luz do lado de fora. O estado de saúde de todos eles "ainda é bom", informou o oficial aos jornalistas.

Além dos quatro meninos do time de futebol juvenil "Javalis Selvagens", segue na caverna o técnico Ekapol Chanthawong, 25, que já foi monge budista. Eles estão no local desde 23 de junho.

Veja também:

O oficial do governo tailandês comemorou a agilidade dos resgates de hoje. Em média, a retirada de cada um dos quatro garotos que saíram da caverna hoje durou duas horas. No início da operação, há três dias, chegou-se a levar cinco horas.

Ainda assim, as retiradas devem ser retomadas apenas na manhã da terça-feira (10). "Novamente, precisamos preparar equipamentos, o que pode levar mais 20 horas", disse Osatanakorn.

Até o momento, mais de 100 mergulhadores, dentre os quais, 18 estrangeiros, participam da retirada dos tailandeses presos na caverna. Antes dos resgates, a caverna Tham Luang Nang Non tinha 12 crianças e um adulto presos. Eles entraram na caverna para passear, mas não conseguiram voltar após o nível das águas ter aumentado.

Saudáveis

Os garotos retirados nesta segunda-feira da caverna estão "conscientes e saudáveis", segundo o governo tailandês.

Eles foram transferidos para hospitais da província de Chang Rai, assim como as crianças resgatadas ontem. O primeiro grupo que se evacuou da caverna, reportou a mídia local, está bem e já pediu "arroz frito" - comida popular na Tailândia.

*Com agências internacionais