Topo

Menina é suspensa por "bullying" após dizer que havia estuprador na escola

Menina é suspensa por "bullying" após dizer que havia estuprador na escola - Reprodução/Buzz Feed
Menina é suspensa por "bullying" após dizer que havia estuprador na escola Imagem: Reprodução/Buzz Feed

Do UOL, em São Paulo

08/10/2019 16h53

Uma garota de 15 anos foi suspensa pela direção de sua escola, no Maine (EUA), depois de escrever um bilhete dizendo que havia um estuprador no local. As informações são do site "Buzz Feed"

"Há um estuprador em nossa escola e você sabe quem é", escreveu a jovem, sem citar nomes.

O episódio levou a diretoria da Cape Elizabeth High School a suspender Aela Mansmann, estudante do segundo ano, sob justificativa de que a menina praticou "bullying".

"Sinceramente, me sinto muito envergonhada por minha escola ter adotado essa atitude", disse Aela ao site.

Aela escreveu a frase no banheiro porque, segundo ela, estava "muito cansada" com a quantidade de assédio que seus colegas de classe estavam enfrentando, aparentemente sem consequências para os autores.

Depois disso, outros colegas também escreveram frases do mesmo tipo.

Em uma entrevista ao site "News Center Maine", a superintendente Donna Wolfrom disse que as anotações causaram "muita confusão" e "tiveram alguns efeitos adversos em outros estudantes".

"Acho que há uma maneira de fazê-lo, uma maneira adequada de fazê-lo, e se eles passarem pelos canais adequados, acho que está perfeitamente bem", disse Wolfrom sobre as alegações de má conduta sexual.

Além de Aela Mansmann, outros dois estudantes também foram suspensos por "bullying".

Mais Internacional