PUBLICIDADE
Topo

Casal inter-racial é ameaçado após fazer comercial de mercado na Irlanda

Do UOL, em São Paulo

08/10/2019 12h08Atualizada em 08/10/2019 15h15

Um casal que morava na Irlanda decidiu deixar o país após receber uma série de ameaças na internet. Fiona Ryan e Jonathan Mathis têm um filho de quase dois anos de idade e passaram a ser atacados após a família participar de um comercial da rede de supermercados Lidl (de origem alemã).

Considerado um casal inter-racial, Fiona e Jonathan aparecem em um vídeo de 30 segundos falando sobre as economias que conseguiram fazer por serem clientes do mercado.

Assim que a propaganda foi divulgada, mensagens no Twitter foram usadas para criticar a iniciativa "multicultural" da empresa. Foi sugerido que os irlandeses deixem de comprar produtos da rede alemã e só consumam de empresas com origem irlandesa.

"Quando eu li os comentários, eu tremi. Tive medo pela minha segurança e pela do meu filho. Foi muito angustiante, ninguém deveria ser sujeitado a esse tipo de abuso", disse Fiona em entrevista ao site da Cosmopolitan.

Várias mensagens foram encaminhadas à polícia local, mas o casal se mudou para a Inglaterra. "Se meu filho de 22 meses de idade tem que morar em um país que não protege seu direito de ser quem ele é, então não vou viver em um país que faz isso com ele", desabafou.

A Lidl na Irlanda se manifestou em apoio à família e contra as agressões na internet. "Temos orgulho de nossa equipe multicultural e diversa e de nossos clientes. Temos orgulho de trabalhar com e servir cada um deles. Todos são bem-vindos à nossa loja."

Internacional