PUBLICIDADE
Topo

Nobel de Física: James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz são premiados

Painel mostra os vencedores do prêmio Nobel de Física de 2019 - Jonathan Nackstrand/AFP
Painel mostra os vencedores do prêmio Nobel de Física de 2019 Imagem: Jonathan Nackstrand/AFP

Do UOL, em São Paulo

08/10/2019 07h03

James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz são os vencedores do Prêmio Nobel 2019 de Física. O anúncio foi feito nesta manhã pela academia sueca. Segundo o comitê, eles foram premiados por suas contribuições para "uma nova compreensão da estrutura e da história do Universo".

As pesquisas de Peeble, que levou metade do prêmio, envolvem descobertas teóricas em cosmologia física. Ele é canadense e tem 84 anos. Seu trabalho teórico, desenvolvido desde meados da década de 1960, é a base de nosso entendimento moderno sobre o Universo, informou o comitê.

Já Mayor e Queloz, suíços, ficaram com a outra metade pela descoberta de um exoplaneta orbitando uma estrela solar.

"Meu conselho para os jovens que entram na ciência: você deve fazê-lo por amor à ciência, deve entrar na ciência porque é fascinado por ela", disse Peebles.

No ano passado, o americano Arthur Ashkin, o francês Gérard Mourou e a canadense Donna Strickland receberam o prêmio por estudos que revolucionaram o conhecimento sobre a física do laser e permitiram o desenvolvimento de ferramentas utilizadas na indústria e na medicina.

Notícias